Tag: Preservação Digital

Base de Dados Científicos da Universidade Federal do Paraná

Apresenta a concepção, o desenvolvimento e a implantação da Base de Dados Científicos da Universidade Federal do Paraná (BDC/UFPR), criada em parceria entre o Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL) e o Sistema de Bibliotecas (SiBi) da UFPR. Aborda a metodologia de cada etapa e destaca os diferenciais para o sucesso do projeto, como o engajamento de uma equipe multidisciplinar alinhada aos princípios da Ciência Aberta. Read More →

Os fundamentos sobre os tipos de conteúdo: Preprints, Crossmark, traduções e muito mais

Qual é a diferença entre preprints e ahead of print? Quando você deve usar cada um deles; e quais são os requisitos do DOI? Esta matéria responde a estas perguntas e fornece uma visão geral básica de como conectar os registros de metadados de tipos de conteúdo relacionados, como traduções. Read More →

O papel crítico do DOI

Descubra porque os links de URL para artigos de pesquisa são frágeis e como os DOIs são essenciais na criação de links estáveis e persistentes para objetos de pesquisa. Isso é obtido através dos metadados que os membros depositam no Crossref como parte de suas obrigações. Saiba como todos nós podemos contribuir para criar um registro de pesquisa global e robusto. Read More →

Gestão de Dados Científicos – da coleta à preservação

A gestão adequada dos dados usados em pesquisas científicas tornou-se parte obrigatória das boas práticas de pesquisa. A era da Ciência Aberta vem revolucionando a metodologia científica, motivando o surgimento de novas linhas de pesquisa em todas as áreas do conhecimento. O post descreve alguns desafios desta gestão do ponto de vista computacional. Read More →

Aos 50 anos a BIREME está face a face com a nova biblioteconomia

​A perspectiva de acesso equitativo à informação científica em saúde que fundamentou há 20 anos a criação e desenvolvimento da Biblioteca Virtual em Saúde vem se tornando realidade. Entretanto, no aniversário de 50 anos da BIREME, o escopo e as funções da biblioteconomia e das ciências da informação se veem tão tensionadas como há duas décadas pelo avanço da ciência aberta e a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Read More →

Texture – um editor de manuscritos científicos aberto [Publicado originalmente no periódico eLife em Julho/2017]

O projeto Substance lançou em 24 de julho de 2017 a versão Alpha 3 do editor Texture que lê e produz arquivos em XML de acordo com o padrão Journal Article Tag Suite (JATS), utilizado pelo SciELO para a estruturação dos textos científicos. Trata-se de um passo importante rumo a uma solução completa para editar artigos JATS e sua aplicação nos fluxos de trabalho de publicação. Read More →

Eu escrevi isso… eu não escrevi isso… agora escrevo outra coisa…

O sistema emergente da comunicação científica online incorpora um enfoque tecnológico e ideologicamente diferente do tradicional, onde os artigos surgem inicialmente como versões em preprints e vão sendo modificados até chegar à versão final. Em caso de erros, estas mesmas tecnologias dão oportunidades eficientes para realizar correções parciais, totais e inclusive retratações, associando ao caminho de um documento a história de suas versões. É hora, portanto, de estabelecer metodologias que permitam obter o máximo de informação mais atualizada para apoiar os empreendimentos científicos. Read More →

SciELO e o futuro dos periódicos

A participação conjunta dos periódicos e do SciELO na superação dos problemas que afetam a comunicação científica no contexto nacional e global foi o tema central da reunião anual de 2016 do SciELO Brasil. Os avanços na profissionalização, internacionalização e sustentabilidade dos periódicos SciELO estão aperfeiçoando a sua relevância nas funções chave de validação das pesquisas e conformam uma nova etapa na evolução do SciELO. Read More →

Livros eletrônicos – mercado global e tendências – Parte III – Final: A publicação do livro impresso e digital no contexto mundial

O informe Global de livros eletrônicos mostra que o modelo tradicional baseado nas grandes casas editoriais foi insuficiente para incorporar as possibilidades dos avanços tecnológicos. Por um lado, os novos modelos de leitura através de smartphones e usando plataformas de assinatura, e por outro lado a publicação de ebooks por conta própria abre oportunidades tanto aos autores individuais como às organizações sem fins lucrativas na área educativa, para produzir e distribuir suas próprias obras a baixo custo e requerimentos mínimos de infraestrutura. Read More →

Livros eletrônicos – mercado global e tendências – Parte II: A publicação do livro impresso e digital no contexto mundial

O informe Global de livros eletrônicos (ebook) mostra que depois de vários anos de crescimento, as empresas comerciais encontram um mercado desacelerado, onde surgem com força duas linhas de ação: (a) a digitalização de livros educativos; e (b) os empreendimentos individuais de publicação de livros. Neste mercado se destacam as iniciativas dos “quatro cavaleiros” que dão forma à ecologia digital, integrados por Amazon, Apple, Google e Facebook. Read More →

Curso internacional atualizou profissionais da Rede SciELO na nova versão da plataforma metodológica

A Rede SciELO de coleções nacionais de periódicos de qualidade opera de forma descentralizada em 15 países seguindo objetivos, princípios, metodologias e tecnologias comuns. Para a consecução do objetivo principal de contribuir para melhorar a qualidade, visibilidade, uso e impacto dos periódicos, a rede promove o desenvolvimento das capacidades e infraestruturas nacionais de comunicação científica seguindo o estado da arte e tem como um dos princípios maximizar a interoperabilidade dos periódicos e dos artigos na Web. Nesse sentido, um dos avanços mais recentes na plataforma de operação das coleções SciELO é a adoção da estruturação de textos completos em XML, que motivou o curso de atualização da plataforma metodológica realizado de 06 a 10 de junho, em São Paulo, que contou com a participação de 16 representantes da Argentina, Bolívia, Colômbia, Cuba, Espanha, México, Paraguai e Uruguai. Read More →

Livros eletrônicos – mercado global e tendências – Parte I: A publicação – impressa e digital – no contexto mundial

Nos últimos anos vem surgindo uma indústria mundial de livros eletrônicos (ebooks) com grande força no mercado no idioma inglês e notável força nos Estados Unidos. Existem indicadores que mostram uma corrida da indústria dos editores tradicionais até atores globais como a Amazon e instâncias não tradicionais como os autores que publicam individualmente, de forma independente. Um informe recente publicado em abril deste ano, dividido em quatro grandes seções, apresenta de forma detalhada estatísticas de produção e mercado de ebooks das empresas grandes e médias em todo o mundo, quais são os debates e fatores chaves que estão dando forma ao mercado legal e pirata, e agrega uma seção de “páginas amarelas” com mais de 350 companhias dedicadas a diversos serviços e componentes na cadeia de edição eletrônica de livros. Read More →

Resultados do workshop AlterOA: recomendações para o futuro do Acesso Aberto

O futuro do acesso aberto, como alternativa preferencial na publicação de resultados de pesquisa, foi amplamente discutido no Workshop on Alternative Open Access Publishing Models, realizado em outubro de 2015 na Bélgica. Conheça as ideias inovadoras dos participantes do evento e as recomendações da Comissão Europeia para fortalecer e viabilizar este modelo de negócio. O relatório do workshop considera o SciELO o mais estabelecido entre os modelos analisados. Read More →

Comissão Europeia debate abordagens alternativas para o acesso aberto

O Workshop on Alternative Open Access Publishing Models organizado pela Comissão Europeia em outubro de 2015 reuniu especialistas para debater o futuro do acesso aberto como modelo preferencial de publicação de resultados de pesquisa financiada com recursos públicos. A abordagem do encontro priorizou temas além do simples acesso às publicações e resultou em modelos alternativos mais justos e transparentes que visam aumentar a disseminação e o uso da pesquisa pela academia e outros setores da sociedade. Read More →

350 anos de publicação científica: desde o “Journal des Sçavans” e “Philosophical Transactions” até o SciELO

Faz 350 anos que foram publicados os primeiros números dos primeiros periódicos de caráter científico – Journal des Sçavans e Philosophical Transactions. Com o apoio da nova tecnologia de impressão foram substituídas as cartas escritas a mão na comunicação entre os pesquisadores e sábios. Há muito para celebrar nestes 350 anos em que os periódicos científicos contribuíram para o registro e memória do avanço da ciência. A publicação online na Web representa a transformação mais importante dos periódicos científicos desde aquele ano de 1665. Read More →