Tag: Dados Abertos

Artigos de dados… e FAIR [Publicado originalmente no blog The road to FAIR em junho/22]

Fotografia de um notebook, um caderno e uma folha de papel com imagens de gráficos sobre uma mesa cinza.

Em um ecossistema científico cada vez mais orientado para a perspectiva da Ciência Aberta, os artigos de dados (data papers) são uma nova espécie de publicação acadêmica, especialmente nas ciências sociais e humanidades (CSH).
Read More →

A Ciência Aberta nas Humanidades

Peça gráfica do evento A Ciência Aberta nas Humanidades com os retratos de todos os palestrantes.

Seguindo o evento A Ciência Aberta nas Humanidades, organizado pelo SciELO em parceria com os representantes da área do Comitê Consultivo, Luiz Augusto Campos e Bernardo Buarque, faz-se uma breve descrição e balanço dos principais eixos temáticos debatidos, frisando ao final a importância da interlocução entre os editores das diferentes subáreas, para estabelecer intercâmbios, esclarecer dúvidas e salientar pontos fortes e fracos nos desafios de implantação da CA, consoante a consideração às especificidades e à diversidade dos periódicos contemplados. Read More →

Open Code Community: uma plataforma aberta para compartilhamento de códigos de pesquisa

O compartilhamento de códigos de pesquisa é uma realidade entre membros da comunidade científica. Porém, tal compartilhamento geralmente se restringe a integrantes da própria academia. Eis que surge o projeto Open Code Community, que busca integrar participantes da academia e do mercado no compartilhamento de códigos de pesquisa. Read More →

A Impossibilidade da Ciência Aberta sem Alteridade e Pluralidade Epistêmica [Publicado originalmente no editorial do vol. 26 no. 2 na Revista de Administração Contemporânea]

O [objetivo deste] texto é apresentar um contraponto ao viés positivista que vem dominando o debate sobre ciência aberta e, assim, evidenciar alguns problemas e abrir espaço para um olhar mais plural e inclusivo sobre o assunto. Read More →

É preciso uma aldeia global ou um resumo da NISO Plus 2021

A segunda Conferência NISO Plus foi realizada virtualmente de 22 a 25 de fevereiro. O tema deste ano foi “Conversas globais – conexões globais” com diversidade, equidade e inclusão (DEI), acessibilidade e as mudanças trazidas pela pandemia de COVID-19 sendo tópicos transversais ao longo da conferência. Este post resume (principalmente) as discussões em torno destes tópicos e como eles se relacionam com os desafios atuais da nossa comunidade. Read More →

Publishers e dados FAIR

Neste post se apresenta uma proposta aos publishers acadêmicos para incentivar e permitir que os autores tornem seus artigos – e, quando possível, os conjuntos de dados subjacentes – semanticamente inequívocos para que possam ser comunicados como dados FAIR (Findable, Accessible, Interoperable, and Reusable, ou seja, encontráveis, acessíveis, interoperáveis e reutilizáveis). A proposta é descrita em detalhes em um artigo publicado em acesso aberto, para o qual um link é fornecido no post. Read More →

Em direção a uma Ciência do Solo mais aberta

A maior parte dos dados resultantes das pesquisas realizadas no Brasil ainda não está disponível em repositórios de acesso aberto. Aqui, conclamamos aos cientistas do solo a adotar uma postura mais aberta em relação aos dados de pesquisa na área, visando aumentar a sustentabilidade da ciência e fomentar a colaboração científica. Read More →

As leis de proteção de dados se aplicam a qualquer pessoa que coleta informação sobre uma pessoa viva. Então, o que os pesquisadores em artes, humanidades e ciências sociais precisam saber? [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em setembro/2020]

A GDPR tem implicações significativas para pesquisadores acadêmicos. A Royal Historical Society publicou recentemente um conjunto de diretrizes para ajudar os pesquisadores a navegar pelos requisitos legais em torno da proteção de dados. A Dra. Katherine Foxhall, Diretora de Pesquisa e Comunicação da Royal Historical Society, explica alguns dos principais fatores que os pesquisadores em temas de SHAPE devem estar cientes. Read More →

A reutilização de dados qualitativos é um campo subestimado da inovação e da criação de novos conhecimentos nas ciências sociais [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em junho/2020]

O valor e o potencial da reutilização de dados e a metodologia associada de análise secundária qualitativa (qualitative secondary analysis, QSA) são frequentemente desconsiderados. A Dra. Anna Tarrant e a Dra. Kahryn Hughes propõem que, como a COVID-19 limita as oportunidades de pesquisa qualitativa em um futuro próximo, agora, mais do que nunca, as ciências sociais precisam considerar a subutilização dos dados qualitativos existentes. Read More →

Desbloqueie formas de compartilhar dados na avaliação por pares

A avaliação por pares é o processo intrínseco da pesquisa científica. No entanto, existem poucos estudos sistemáticos sobre este procedimento e não é simples ter acesso à informação de gestão administrada pelos publishers. O projeto PEERE, financiado pela Comunidade Europeia, disponibilizaria estes dados como um bem público. Read More →

Declaração da Sorbonne sobre os Direitos de Dados de Pesquisa [Publicado originalmente no site da LERU em janeiro/2020]

A abertura dos dados de pesquisa é uma das práticas da ciência aberta que se globaliza progressivamente. Em novembro de 2019 foi lançada a Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo formada por oito universidades e instituições de pesquisa. Em janeiro de 2020 dirigentes de oito redes de universidades reunidos no International Research Data Rights Summit na Sorbonne Université assinaram a Declaração da Sorbonne sobre os Direitos de Dados de Pesquisa, que é reproduzida neste post em português e na versão original em inglês. Read More →

A especialidade dos Bibliotecários de Dados na Ciência Aberta

A especialidade profissional dos Bibliotecários de Dados (“data librarians”) deverá florescer rapidamente com o avanço da Ciência Aberta. Trata-se de uma inovação, uma necessidade e uma oportunidade para os países da Rede SciELO gerar novas áreas de trabalho para profissionais da informação científica, como parte do alinhamento da pesquisa com as práticas da ciência aberta. Read More →

O workshop de 2019 sobre infraestruturas de dados cientométricos Abertos na Universidade de Leiden [Publicado originalmente no blog do CWTS em agosto/2019]

O Workshop sobre Infraestruturas de Dados Cientométricos Abertos foi realizado no CWTS em 28 de fevereiro e 1 de março de 2019. Ao longo de dois dias, 14 pesquisadores do CWTS e outros institutos de pesquisa e universidades se reuniram para discutir projetos e iniciativas atuais relacionados a infraestruturas de dados cientométricos abertos. Este post fornece um resumo das apresentações e discussões realizadas no evento. Read More →

Ciência aberta e o novo modus operandi de comunicar pesquisa – Parte II

O processo de adoção do modus operandi da ciência aberta envolve todas as fases, atores e instâncias políticas e institucionais da pesquisa. Nos projetos de pesquisa a abertura é organizada e pervasiva em todo o ciclo da pesquisa. Este post apresenta uma visão geral da abertura do processo, conteúdos e resultados das pesquisas à luz das linhas prioritárias de ação do Programa SciELO. Está dividido em duas partes. Veja a Parte I aqui. Read More →

Ciência aberta e o novo modus operandi de comunicar pesquisa – Parte I

O processo de adoção do modus operandi da ciência aberta envolve todas as fases, atores e instâncias políticas e institucionais da pesquisa. Nos projetos de pesquisa a abertura é organizada e pervasiva em todo o ciclo da pesquisa. Este post apresenta uma visão geral da abertura do processo, conteúdos e resultados das pesquisas à luz das linhas prioritárias de ação do Programa SciELO. Está dividido em duas partes. Veja a Parte II aqui. Read More →