Tag: Ciência Aberta

Abertura de dados na pesquisa em Educação em Ciências: editorial da Revista Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências destaca perspectivas e desafios

Gaveta de arquivo aberta com fichas organizadas e separadas por abas visíveis, mostrando uma disposição ordenada de documentos.

Editorial discute os desafios e benefícios da abertura de dados na pesquisa educacional, acompanhado de um guia para preparação de conjuntos de dados que encoraja políticas mais transparentes. As complexidades éticas, metodológicas e epistemológicas da abertura de dados requerem um diálogo aberto e contínuo. Superar tais desafios é essencial para impulsionar avanços significativos na pesquisa em Educação em Ciências. Read More →

Questionários estruturados podem tornar a avaliação por pares mais eficiente

Fotografia de um alvo preto e branco com dois dardos, um amarelo e um vermelho. O dardo vermelho está no número 6 e o alvo amarelo está no número 9, mais próximo do centro do alvo.

Com o intuito de tornar a avaliação por pares mais eficiente, um estudo propõe adotar um formulário padrão a ser respondido pelos pareceristas, para que nenhum aspecto importante da avaliação do manuscrito passe desapercebida. Read More →

Sobre preprints, periódicos, acesso aberto e avaliação da pesquisa: as repercussões da decisão da Fundação Gates

Fotografia da fachada do prédio do centro de visitantes da Fundação Bill e Melinda Gates em Seattle, Washington, nos Estados Unidos.

A deliberação da Fundação Bill e Melinda Gates anunciou recentemente que não mais financiará APCs de periódicos de acesso aberto e prioriza a adoção de preprints. Uma série de posts recentes discute como o anúncio da Fundação Gates repercutiu na comunidade científica, motivando considerações sobre acesso aberto e suas formas de financiamento, avaliação por pares e em última análise, como estas mudanças influenciam a avaliação e a integridade da pesquisa. Read More →

Seria a nova política de acesso aberto da Fundação Bill e Melinda Gates o início de uma mudança em direção aos preprints? [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em abril/2024]

Após o anúncio da nova política de acesso aberto da Fundação Bill e Melinda Gates, Richard Sever avalia se esta mudança sinaliza o início de uma transição mais ampla de acesso aberto liderada pelos preprints. Read More →

Representando a coleção de Humanidades na plataforma SciELO (2022-2023)

Neste texto, os representantes da Coleção de Humanidades e Ciências Sociais Aplicadas no Conselho Consultivo da plataforma SciELO discutem suas frentes de atuação no biênio 2022-2023 e os desafios que permanecem para os próximos anos. Além das questões relacionadas ao Programa da Ciência Aberta, discutimos as ameaças colocadas à sustentabilidade dos nossos periódicos. Read More →

Preprints em debate… Seis anos depois

Fotografia de dados caindo sobre um fundo cinza.

Passaram-se seis anos desde que os editores das ciências sociais começaram a debater os preprints. O balanço retrospectivo mostra que os “riscos” e “promessas” aventados nesse debate descansavam em uma compreensão inadequada da natureza dos preprints na área. O servidor SciELO de preprints, todavia, acabou mostrando alguns benefícios inesperados. Read More →

SciELO como espaço para pensar a comunicação científica

Logo do SciELO 25 Anos

Entender o SciELO como um lugar para pensar a comunicação científica nos permite abordar novos desafios para os editores, como a inteligência artificial. O SciELO tem um componente ético, um componente tecnológico e tem em seu cerne a preocupação com as pessoas que compõem a comunidade de comunicação científica. Read More →

Revista DADOS cria editoria especializada em replicabilidade

Fotografia de uma mão segurando uma fita cassete contra um fundo azul.

A partir deste ano, a revista DADOS contará com uma editoria especificamente constituída para lidar com as questões de replicabilidade de seus artigos. Esse compromisso englobou a ruptura com o ensaísmo em prol de uma visão mais sistemática de pesquisa, que determinou a divulgação de manuscritos fortemente amparados em evidências empíricas. Read More →

Resumo executivo: Reunião SciELO 25 Anos – Ciência Aberta com IDEIA

Logo do SciELO 25 Anos

Diversos stakeholders se reuniram e delinearam vários pontos-chave para o avanço da ciência aberta na América Latina. Entre eles, o fortalecimento da governança da Rede SciELO e seu alinhamento com as práticas da ciência aberta, o uso de ferramentas e recursos de IA na comunicação de pesquisas e a criação de um Escritório de Ética e Boas Práticas em Comunicação Científica. Read More →

Algumas Reflexões sobre SciELO 25 Anos

Logo do SciELO 25 Anos

Os temas tratados durante o evento conformam uma agenda riquíssima e plena de desafios para os próximos anos. Estamos seguros de que esses desafios serão enfrentados de forma satisfatória com base no histórico do SciELO. A Declaração aprovada neste evento toca os principais pontos desse desafio e esperamos que os atores instados nessa declaração cumpram o seu papel para o avanço da Ciência Aberta na Região. Read More →

Alguns comentários sobre avaliação por pares e preprints [Publicado originalmente no editorial do vol. 118 nas Memórias do Instituto Oswaldo Cruz]

Montagem. Foto de um data center, um corredor com máquinas que ocupam a parede e que processam sistemas de computador. Na frente, uma ilustração vetorial de um microscópio e uma cruz atrás. Um círculo trançado ao redor dos dois. Na parte superior, o logo do periódico Memórias do Instituto Oswaldo Cruz. Na parte inferior, o texto: Revisão por pares x Preprint.

Podemos dizer que a publicação científica vive hoje sob a “disrupção dos preprints”! Os editores científicos devem agora pensar em duas coisas: (i) um novo conceito de “publicação de artigos” e (ii) como avaliar adequadamente (e de forma inovadora) a contribuição que estes artigos recém-lançados podem trazer para a sociedade. Read More →

Reprodução e replicação na pesquisa científica – parte 3

Captura de tela do filme Maniac (1934), em domínio público. Um personagem olha para garrafas de vidro sobre uma bancada.

Reprodutibilidade e replicabilidade são questões centrais quando se discute a confiabilidade da pesquisa científica. A tentativa de um segundo pesquisador de replicar um estudo anterior é um esforço para determinar se a aplicação dos mesmos métodos à mesma questão científica produz resultados semelhantes. Nas ciências sociais e humanas, no entanto, não se trata dos mesmos paradigmas. Read More →

Reprodução e replicação na pesquisa científica – parte 2

Captura de tela do filme Maniac (1934), em domínio público. A câmera está fora de foco e mostra Horace B. Carpenter como o personagem "Dr. Meirschultz" atrás de um equipamento de laboratório.

Nesta segunda nota sobre o assunto, abordaremos as diretrizes propostas em 2019 pela NASEM. Analisaremos como a replicabilidade é entendida em diferentes disciplinas científicas, principalmente nas ciências experimentais, com base em um paradigma computacional. Da mesma forma, veremos opiniões de outras disciplinas relacionadas às ciências sociais e à medicina, que não participam dos mesmos paradigmas epistemológicos. Read More →

O movimento é demonstrado caminhando: comunicação e avaliação aberta em uma conferência de ciência aberta

Fotografia em preto e branco de pessoas caminhando em um pátio, com uma ilustração de rede em vermelho sobreposta.

O primeiro Congresso Ibero-Americano de Ciência Aberta aconteceu nos dias 23 e 24 de novembro de 2022 como um fórum de diálogo ibero-americano sobre o direito à ciência e para promover transformações na forma como a ciência é compreendida a partir de uma perspectiva inclusiva, aberta, participativa e responsável. Read More →

Reprodução e replicação na pesquisa científica – parte 1

Captura de tela do filme Maniac (1934), em domínio público, mostrando Horace B. Carpenter como o personagem "Dr. Meirschultz".

A replicabilidade é uma questão central quando se discute a confiabilidade da pesquisa científica que se renova na promoção da ciência aberta. A tentativa de um segundo pesquisador de replicar um estudo anterior é um esforço para determinar se a aplicação dos mesmos métodos à mesma questão científica produz resultados semelhantes. Read More →