Author: Scielo

Brazilian Journal of Nephrology: trajetória e internacionalização

Com 40 anos de publicação ininterrupta, o Brazilian Journal of Nephrology trilha o caminho da internacionalização, pautando-se na profissionalização e no aprimoramento de processos editoriais e qualidade científica. Agora, segue em nova fase, onde atingir seu maior potencial de indexação e se fortalecer na América Latina representam seus principais desafios. Read More →

Declaração da Sorbonne sobre os Direitos de Dados de Pesquisa [Publicado originalmente no site da LERU em janeiro/2020]

A abertura dos dados de pesquisa é uma das práticas da ciência aberta que se globaliza progressivamente. Em novembro de 2019 foi lançada a Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo formada por oito universidades e instituições de pesquisa. Em janeiro de 2020 dirigentes de oito redes de universidades reunidos no International Research Data Rights Summit na Sorbonne Université assinaram a Declaração da Sorbonne sobre os Direitos de Dados de Pesquisa, que é reproduzida neste post em português e na versão original em inglês. Read More →

Verificação CRediT – Devemos adotar ferramentas para diferenciar as contribuições em trabalhos acadêmicos? [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em janeiro/2020]

A Elsevier é a mais recente de uma lista cada vez maior de publishers a anunciar sua adoção, para 1.200 periódicos, da Taxonomia de Função de Contribuidor CASRAI (CASRAI Contributor Role Taxonomy – CRediT). Os autores destes artigos deverão definir suas contribuições em relação a uma taxonomia predefinida de 14 funções. Neste post, Elizabeth Gadd avalia os prós e os contras de definir a contribuição de maneira mais descritiva e questiona se existe o risco de incentivar novos tipos de comportamento competitivo e formas de avaliação que não beneficiam os pesquisadores. Read More →

Avaliação por pares não é apenas controle de qualidade, é parte integrante da infraestrutura social da pesquisa [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em junho/2019]

O objetivo da avaliação por pares geralmente é retratado como um simples teste “objetivo” da solidez ou qualidade de um trabalho de pesquisa. No entanto, ela também desempenha outras funções, principalmente vinculando e desenvolvendo relacionamentos entre redes de pesquisadores. Neste post, Flaminio Squazzoni explora estas interconexões e argumenta que entender a avaliação por pares simplesmente como um exercício de controle de qualidade é permanecer cego às suas dimensões históricas, políticas e sociais. Read More →

O modelo SciELO de publicação como política pública de acesso aberto

Este post compartilha a breve descrição do modelo SciELO de publicação em acesso aberto apresentada por Abel L Packer, Diretor do SciELO, no 14th Berlin Debate on Science and Science Policy que teve como tema Who Owns Science? Reshaping the Scientific Value Chain in the 21st Century. A descrição destaca o Programa SciELO como marco de trabalho para o desenvolvimento e implantação de políticas nacionais de apoio a periódicos de qualidade e como programa de cooperação internacional. O debate foi realizado no contexto da Falling Walls Conference comemorando os 30 anos da queda do muro de Berlin. Read More →

Trabalhando de acordo com a regras – Como os objetivos bibliométricos distorceram a pesquisa italiana [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em novembro/2019]

Como afirma a lei de Goodhart: “quando uma medida se torna um objetivo, ela deixa de ser uma boa medida”. O uso da bibliometria para medir e avaliar pesquisadores se tornou cada vez mais comum, mas a implementação destas políticas desvaloriza as métricas em que se baseiam? Alberto Baccini, Giuseppe De Nicolao e Eugenio Petrovich apresentam evidências de um estudo de pesquisadores italianos que revelam como a introdução de objetivos bibliométricos na academia italiana mudou a maneira como os acadêmicos italianos citam e usam o trabalho de seus colegas. Read More →

Transparência: O que se pode aprender a partir de valiosas faturas? [Publicado originalmente no blog Scholarly Kitchen em novembro/2019]

Um novo conjunto de dados da Fundação Gates oferece informação sobre as escolhas dos autores e os preços de APC. Read More →

Periódicos de Medicina Tropical/Doenças Infecciosas e Parasitárias alinham-se às práticas editoriais da ciência aberta

Três dos mais importantes periódicos nas áreas de Medicina Tropical/Doenças Infecciosas e Parasitárias da Coleção SciELO Brasil decidem adotar as práticas da ciência aberta para oferecer mais transparência, compartilhamento e franco acesso aos resultados das pesquisas por eles comunicados. Trata-se do primeiro de uma série de projetos pilotos inéditos promovidos pelo SciELO para informar políticas editoriais assim como capacitar a gestão e operação dos periódicos na apropriação e interoperabilidade com preprints, dados e outros conteúdos subjacentes aos textos dos artigos para posterior abertura progressiva dos processos de avaliação por pares. Read More →

Como redigir um parecer acadêmico? [Publicado originalmente no blog da DADOS em julho/2019]

O objetivo deste post é expor, em linhas gerais, o que um/a parecerista deve considerar antes de redigir uma avaliação. Nele, discutimos questões como a importância de se redigir pareceres, os tipos de parecer possíveis, o que fazer ao detectar algum conflito de interesses etc. Read More →

Indexação de periódicos: Padrões essenciais e porque são importantes [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em agosto/2019]

As maneiras pelas quais os periódicos são indexados on-line são essenciais para que eles possam ser pesquisados e encontrados. A inclusão em determinados índices também está intimamente ligada à avaliação de qualidade, com os financiadores de pesquisa exigindo frequentemente que seus contemplados publiquem em veículos listados em determinados índices. Neste post, Danielle Padula explica a importância de uma boa indexação de periódicos e como os periódicos que aplicam os principais padrões podem aumentar o alcance e o impacto de suas publicações. Read More →

O workshop de 2019 sobre infraestruturas de dados cientométricos Abertos na Universidade de Leiden [Publicado originalmente no blog do CWTS em agosto/2019]

O Workshop sobre Infraestruturas de Dados Cientométricos Abertos foi realizado no CWTS em 28 de fevereiro e 1 de março de 2019. Ao longo de dois dias, 14 pesquisadores do CWTS e outros institutos de pesquisa e universidades se reuniram para discutir projetos e iniciativas atuais relacionados a infraestruturas de dados cientométricos abertos. Este post fornece um resumo das apresentações e discussões realizadas no evento. Read More →

Ciência aberta e o novo modus operandi de comunicar pesquisa – Parte II

O processo de adoção do modus operandi da ciência aberta envolve todas as fases, atores e instâncias políticas e institucionais da pesquisa. Nos projetos de pesquisa a abertura é organizada e pervasiva em todo o ciclo da pesquisa. Este post apresenta uma visão geral da abertura do processo, conteúdos e resultados das pesquisas à luz das linhas prioritárias de ação do Programa SciELO. Está dividido em duas partes. Veja a Parte I aqui. Read More →

Ciência aberta e o novo modus operandi de comunicar pesquisa – Parte I

O processo de adoção do modus operandi da ciência aberta envolve todas as fases, atores e instâncias políticas e institucionais da pesquisa. Nos projetos de pesquisa a abertura é organizada e pervasiva em todo o ciclo da pesquisa. Este post apresenta uma visão geral da abertura do processo, conteúdos e resultados das pesquisas à luz das linhas prioritárias de ação do Programa SciELO. Está dividido em duas partes. Veja a Parte II aqui. Read More →

Registro de fontes de dados cientométricos [abertos] – um diretório colaborativo de fontes de dados cientométricos [Publicado originalmente no blog TIB em maio/2019]

Este post apresenta o desenvolvimento de um registro aberto e acessível de fontes de dados para informações cientométricas que visam obter feedback e colaboração das comunidades de ciência da informação para uma cobertura global. Read More →

Presença web e métricas de mídias sociais de artigos compartilhados no Twitter – Entrevista com Stefanie Haustein

Saber como e por quem os artigos são compartilhados nas mídias sociais pode ajudar na difícil tarefa de qualificar indicadores de métricas alternativas. Nesta entrevista, Stefanie Haustein, Professora Assistente da School of Information Studies da Universidade de Ottawa, no Canadá, e codiretora do ScholCommLab, aborda o papel das redes sociais, como o Twitter, como fonte de dados para a altmetria. Ela também analisa o papel que os periódicos desempenham na disseminação de seus artigos no Twitter e investiga como os artigos científicos do Brasil e dos usuários brasileiros do Twitter tuitam sobre os resultados de pesquisa. Read More →