Author: Scielo

A Fiocruz frente ao desafio da Ciência Aberta em prol do Desenvolvimento e da Saúde Pública

A grande mobilização dos países em torno da Ciência Aberta se expressa no desenvolvimento de infraestruturas, Planos de Gestão de Dados, capacitação e métricas de avaliação e recompensa. Enquanto novo paradigma, a Ciência Aberta deve focar nos interesses e benefícios para a sociedade, além dos avanços no conhecimento. No campo da saúde, a abertura de dados de pesquisa pode promover uma ciência mais ágil na solução de problemas, na formulação de políticas públicas baseadas em evidências e na participação do cidadão como produtor de conhecimento. Read More →

Identificadores e Pesquisa: Fundamentos e Planos do ORCID – Entrevista com Laure Haak

O Brasil está promovendo um avanço notável na adoção do identificador de pesquisadores ORCID com a formação do Consorcio Consórcio Brasileiro ORCID liderado pela CAPES com a participação de várias organizações entre as quais o SciELO. Todos os periódicos SciELO Brasil publicarão os artigos com o ORCID dos autores a partir de 2019. Entrevista com Laure Haak realça a importância do ORCID. Read More →

Perspectivas da avaliação por pares aberta: Instigante ponto de interrogação

Pesquisa analisa a viabilidade da adoção da avaliação por pares aberta por periódicos da ciência da informação. Este post apresenta a primeira etapa já concluída com foco nos editores. A segunda etapa já em andamento tem como foco avaliadores, com o fim de alcançar visão abrangente sobre a adoção da avaliação por pares aberta pelos periódicos da ciência da informação. Read More →

Discutindo indicadores em financiamento à pesquisa: Qual o papel das altmetrias?

Em qualquer extensão, altmetrias, ou métricas alternativas, estão ganhando força no ensino superior. Este post é baseado em minha dissertação de mestrado, que explora o uso de altmetria com foco em financiamento à pesquisa. As altmetrias rastreiam e contam as menções de citações acadêmicas em mídias sociais, sites de notícias, documentos de política e sites de bookmarking social. Em seguida, os provedores de dados altmétricos agregam o número de menções. Isso permite uma observação de quantas vezes a pesquisa foi visualizada, discutida, seguida, compartilhada e baixada. Read More →

SciELO lança nova interface de operação das coleções

A nova interface de operação das coleções nacionais e temáticas da Rede SciELO oferece experiência visual contemporânea e se caracteriza pela rapidez de resposta. O desenvolvimento da interface fez uso de tecnologias de programação, processamento e integração eficientes, flexíveis e de alta segurança. A nova interface está em operação experimental com a coleção temática SciELO Saúde Pública desde novembro de 2017. Em 2019 todas as coleções da Rede SciELO estarão operando com a nova interface. O lançamento da interface é parte das comemorações dos 20 anos do Programa SciELO. Read More →

Como aproveitar ao máximo uma conferência acadêmica – uma lista de verificação para antes, durante e após a reunião [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Março/2018]

Preparando-nos para a celebração dos 20 Anos do SciELO, esta publicação de Marta Teperek apresenta uma lista de verificação dos preparativos antes, durante e após um evento acadêmico para maximizar a oportunidade de entrar em contato com especialistas e trocar ideias. Read More →

Os artigos dos periódicos SciELO nas plataformas de Ciência Aberta da Comissão Europeia

A plataforma tecnológica do SciELO foi atualizada no início de 2018 para permitir a integração dos artigos dos periódicos SciELO nas fontes de informação dos projetos OpenAire e OpenMinTED da Comissão Europeia. O OpenAire opera um repositório de textos e dados de pesquisa e serve de apoio aos mandatos de acesso aberto e de dados de pesquisa abertos da comunidade europeia. O projeto OpenMinTED promove o desenvolvimento de uma plataforma de mineração de textos completos e de dados de pesquisa. A participação dos artigos SciELO nestas plataformas contribuirá para ampliar a visibilidade e uso dos resultados das pesquisas que comunicam. Read More →

Conferência SciELO 20 Anos – um fórum inovador e participativo sobre o futuro da comunicação científica

A celebração dos 20 anos do SciELO em 2018 culminará com a Reunião da Rede SciELO e a Conferência SciELO 20 Anos, na semana de 24 a 28 de setembro. A reunião da rede abordará as atualizações do Modelo SciELO de Publicação e as linhas prioritárias de ação para os próximos anos. A Conferência SciELO 20 Anos debaterá 12 temas contemporâneos da comunicação científica. Cada um dos temas será desenvolvido sob a coordenação de um comité científico que reunirá bibliografias, entrevistas, posts e artigos que orientarão os debates na Conferência 20 Anos. Read More →

Práticas de comunicação científica na Física de Altas Energias: potencialidade dos preprints

A utilização de repositórios de preprints na Física de Altas Energias (FAE) para acelerar o processo de comunicação científica remonta a mais de meio século, incentivando a prática do autoarquivamento e do acesso aberto aos resultados de pesquisa. O relato reflete sobre a potencialidade dos preprints na comunicação científica da FAE através das iniciativas Open Access SPIRES e arXiv. O sucesso de repositórios e bancos de dados de pré-publicações na Física parece haver incentivado outras áreas para instalarem seus repositórios temáticos, favorecendo a livre circulação da informação e discussão de dados científicos. Read More →

O sistema Qualis: a perspectiva de um periódico multidisciplinar [Publicado originalmente no editorial do vol. 89 no. 3 nos Anais da Academia Brasileira de Ciências]

O sistema Qualis de avaliação de periódicos da CAPES penaliza o desenvolvimento de periódicos multidisciplinares como os Anais da Academia Brasileira de Ciências (AABC). Presente em 39 das quase 40 áreas de avaliação, o ranking dos Anais varia do estrato A2 a B5. Quando o Qualis rebaixa o ranking dos Anais em uma determinada disciplina ocorre imediatamente uma diminuição nas submissões recebidas, afetando a evolução do periódico e a gestão editorial a médio e longo prazo. Em editorial, o editor-chefe dos AABC reivindica ações afirmativas para qualificar a pesquisa do Brasil com um periódico multidisciplinar de qualidade. Read More →

Quantidade importa na medida em que o impacto da citação aumenta com a produtividade [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Janeiro/2018]

Muitos acadêmicos são encorajados a se concentrar na qualidade e não na quantidade de suas publicações; a razão disso é que ao focar muito em produtividade, corre-se o risco de reduzir a qualidade do trabalho. Mas seria esse, de fato, o caso? Peter van den Besselaar e Ulf Sandström estudaram uma grande amostra de pesquisadores e descobriram que, embora os resultados variem de acordo com as áreas, existe uma relação positiva e mais forte que linear entre produtividade e qualidade (em termos de artigos mais citados). Este mesmo padrão parece se aplicar a instituições e a pesquisadores individuais. Read More →

Declaração de Sant Joan d’Alacant em defesa do Acesso Aberto às publicações científicas, do grupo de editores de revistas espanholas em ciências da saúde (GERECS)

Alinhado com a Plataforma Política Europeia de Ciência Aberta e outras declarações, o grupo de editores de periódicos espanhóis de ciências da saúde, no seu encontro de novembro de 2017, emitiu a Declaração de Sant Joan d’Alacant em prol do Acesso Aberto. Read More →

Os Critérios de indexação do SciELO alinham-se com a comunicação na ciência aberta

Os novos Critérios SciELO Brasil estão alinhados com as boas práticas da comunicação na ciência aberta. Passam a valer a partir de janeiro de 2018 e projetam uma nova etapa de aperfeiçoamento da comunicação científica do Brasil que deverá estender-se progressivamente para os demais países da Rede SciELO. O avanço para a ciência aberta tem como características o reposicionamento dos principais atores da comunicação científica: autores, periódicos e agências de fomento. Read More →

Periódicos acadêmicos com presença no Twitter são mais disseminados e recebem um maior número de citações [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Dezembro/2017]

Pesquisas anteriores mostraram que a participação ativa dos pesquisadores no Twitter pode ser uma forma poderosa de promover e disseminar resultados acadêmicos e melhorar as perspectivas de aumento de citações. Mas o mesmo é válido para a presença de periódicos acadêmicos no Twitter? José Luis Ortega examinou o papel de 350 periódicos acadêmicos, analisando como seus artigos foram twitados e citados. Read More →

Livros em acesso aberto são mais baixados, citados e mencionados do que livros não em acesso aberto [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Novembro/2017]

Foi observado que artigos de periódicos em acesso aberto, até certo ponto, são mais baixados e citados do que artigos que não são AA. Mas seria o mesmo válido para livros? Carrie Calder relata pesquisas recentes sobre como o acesso aberto afeta o uso de livros acadêmicos, incluindo os achados de que os livros AA são, em média, baixados sete vezes mais, citados 50% mais e mencionados on-line dez vezes mais. Uma série de entrevistas revelam que os autores estão optando por rotas de acesso aberto para publicar seus livros não apenas em favor de divulgação mais ampla e acesso fácil, mas também por razões éticas. Read More →