Tag: Inteligência Artificial

Agentes de IA, bots e GPTs acadêmicos

Imagem de uma obra de arte composta por várias pecinhas coloridas em formação geométrica, gerada pelo Google DeepMind

Os bots e GPTs acadêmicos são baseados em grandes modelos de linguagem, como o ChatGPT, desenhados e às vezes treinados para tarefas mais específicas. A ideia é que ao serem especializados, eles entregarão melhores resultados que os modelos “genéricos”. Este post apresenta alguns dos bots e GPTs acadêmicos. Read More →

Publicação em Large Language Model (LLM) [Publicado originalmente no blog Upstream em janeiro/2024]

Fotografia sobreposta de vários livros com as páginas dobradas em formato de avião sobre um fundo infinito preto.

O NYT iniciou o ano novo com uma ação judicial contra a OpenAI e a Microsoft. De acordo com o processo, a OpenAI e sua patrocinadora, a Microsoft, roubaram “milhões de artigos de notícias, investigações aprofundadas, artigos de opinião, resenhas, guias de instruções” e muito mais, protegidos por direitos autorais do The Times – tudo para treinar os LLMs da OpenAI. Read More →

A inteligência artificial tem alucinações?

Preenchimento de rede neural para "inteligência artificial", como feito pelo mini DALL-E.

Os aplicativos de IA têm demonstrado capacidades impressionantes, incluindo a geração de respostas muito fluentes e convincentes. No entanto, os LLMs, os chatbots e assim por diante são conhecidos por sua capacidade de gerar declarações não objetivas ou sem sentido, mais comumente conhecidas como “alucinações”. Será que eles estão usando drogas? Texto em espanhol. Read More →

A IA pode fazer uma avaliação confiável de artigos científicos?

Imagem de duas telas sobrepostas com palavras sobre um fundo roxo gerada pelo Google DeepMind

O custo da arbitragem de publicações científicas, tanto em termos de dinheiro quanto de tempo, está crescendo a proporções incontroláveis com os métodos atuais. É necessário usar a IA como um sistema de confiança e, assim, liberar recursos humanos para tarefas de pesquisa. Seria importante que o SciELO incorporasse progressivamente módulos de IA para avaliação em seu servidor de preprints como um avanço e desenvolvimento adicional das tecnologias que gerencia. Texto em espanhol. Read More →

Pesquisa e comunicação científica, IA e legislação iminente

Pirâmide de riscos em IA: na base da pirâme está o risco mínimo, acima está o risco limitado, seguido pelo alto risco e, no topo na pirâmide está o risco inaceitável.

A IA pode ser utilizada para gerar “papers” terroristas, espalhar vírus mortais ou aprender a fabricar bombas nucleares em casa? Existe legislação que nos possa proteger? Parece que regulamentação internacional está a caminho. Read More →

IA: Como detectar textos produzidos por chatbox e seus plágios

Diagrama do plágio. O diagrama é composto pelo desenho de três folhas de papel com texto, uma lado da outra, seguido abaixo por uma seta vermelha que apontando para uma folha de papel com texto em que alguns trechos estão destacados em vermelho.

O aplicativo ChatGPT-3 é consultado sobre quatro tópicos em discussão para a produção de textos acadêmicos aceitáveis para editores de periódicos científicos. Cada pergunta é seguida pela resposta dada pelo próprio aplicativo do OpenAI e, em seguida, por nossa avaliação, consultando fontes recentes publicadas na Internet. Por fim, são apresentadas algumas reflexões (humanas) que, como todas as coisas, estão sujeitas a discussão ou mudanças provocadas pelo avanço da tecnologia. Read More →

ChatGPT e outras IAs transformarão toda a pesquisa científica: reflexões iniciais sobre usos e consequências – parte 2

Imagem de uma formação laranja e cor-de-rosa em formato semelhante a um coral, gerada pelo Google DeepMind

Nesta segunda parte do ensaio, buscamos apresentar riscos que surgem em especial na utilização da IA generativa no campo científico e no fazer acadêmico. Embora todos os problemas não estejam sequer completamente mapeados, buscamos oferecer reflexões iniciais para subsidiar e fomentar o debate. Read More →

ChatGPT e outras IAs transformarão toda a pesquisa científica: reflexões iniciais sobre usos e consequências – parte 1

Imagem de uma silhueta de uma cabeça humana formada por fios coloridos gerada pelo Google DeepMind

Discutimos algumas possíveis consequências, riscos e paradoxos no uso de IAs para a pesquisa, tais como potencial deterioração da integridade da pesquisa, possíveis modificações nas dinâmicas de produção de conhecimento e nas relações centro-periferia no ambiente acadêmico. Concluímos demandando por um diálogo aprofundado sobre regulação e criação de tecnologias adaptadas às nossas necessidades. Read More →

Inteligência Artificial e a comunicação da pesquisa

Aquarela de Alan Turing gerada pela IA Midjourney

Chatbots são realmente autores de artigos científicos? Podem ser legalmente responsáveis, tomar decisões éticas? O que dizem as sociedades científicas, editores de periódicos, universidades? Seus resultados podem ser incluídos em artigos científicos originais? Com base na contribuição que hoje apresentamos, publicaremos posts que tentarão responder a estas questões e às novas que surgirem. Read More →

GPT, tradução automática e o quão bons eles são: uma avaliação abrangente

Esquema mostrando a pirâmide de tradução direta e de tradução por transferência.

Os modelos de inteligência artificial generativa demonstraram capacidades notáveis para geração de linguagem natural, mas seu desempenho para tradução automática não foi investigado minuciosamente. Apresenta-se uma avaliação abrangente dos modelos GPT para tradução, em comparação com os sistemas comerciais e de pesquisa mais avançados, incluindo NMT, testada com textos em 18 idiomas. Read More →

É preciso um corpo para entender o mundo – por que o ChatGPT e outras IAs de linguagem não sabem o que dizem [Publicado originalmente no The Conversation em abril/2023]

Fotografia de um robô branco e prateado segurando um tablet na frente de uma loja de malas de viagem. Ao fundo, no corredor, duas pessoas estão caminhando de costas para a câmera.

Os grandes modelos de linguagem não conseguem entender a linguagem da mesma forma que os humanos, porque não conseguem perceber e dar sentido ao mundo. Read More →