Tag: Disseminação Da Informação

Registro de fontes de dados cientométricos [abertos] – um diretório colaborativo de fontes de dados cientométricos [Publicado originalmente no blog TIB em maio/2019]

Este post apresenta o desenvolvimento de um registro aberto e acessível de fontes de dados para informações cientométricas que visam obter feedback e colaboração das comunidades de ciência da informação para uma cobertura global. Read More →

O que é o Plano U: acesso universal à pesquisa científica via preprints?

O Plano U propõe que as agências de fomento requeiram que os beneficiários de auxílio à pesquisa publiquem comunicações científicas em servidores de preprints, independentemente das formas alternativas de publicação que os pesquisadores possam fazer subsequentemente. A iniciativa poderia ser realizada com uma fração dos custos atuais e produziria uma aceleração significativa no ritmo das descobertas nos próximos anos. Read More →

Presença web e métricas de mídias sociais de artigos compartilhados no Twitter – Entrevista com Stefanie Haustein

Saber como e por quem os artigos são compartilhados nas mídias sociais pode ajudar na difícil tarefa de qualificar indicadores de métricas alternativas. Nesta entrevista, Stefanie Haustein, Professora Assistente da School of Information Studies da Universidade de Ottawa, no Canadá, e codiretora do ScholCommLab, aborda o papel das redes sociais, como o Twitter, como fonte de dados para a altmetria. Ela também analisa o papel que os periódicos desempenham na disseminação de seus artigos no Twitter e investiga como os artigos científicos do Brasil e dos usuários brasileiros do Twitter tuitam sobre os resultados de pesquisa. Read More →

Perspectivas no cenário de descoberta de acesso aberto [Publicado originalmente no blog Jisc Scholarly Communications em abril/2019]

As ferramentas de descoberta de acesso aberto permitem que os usuários encontrem artigos científicos disponíveis em formato aberto, seja no site do publisher ou em outro local. Este é um empreendimento tecnicamente desafiante e requer um profundo entendimento do panorama da comunicação científica, da infraestrutura subjacente e das necessidades de grupos de partes interessadas muito distintos, como pesquisadores, publishers, provedores de serviços e o público em geral. Read More →

Piratas da literatura médica – estudo bibliométrico mundial

Um grande volume de literatura médica está sendo baixado ilegalmente em quase todos os países do mundo. Existe uma relação significativa entre a produção científica desses países e a densidade de downloads ilegais, principalmente em países de renda média. Esta desigualdade no acesso legal à literatura médica requer a atenção da indústria editorial e dos formuladores de políticas públicas. Read More →

Saiba tudo sobre o GT Portais Institucionais de Periódicos e a transição para Ciência Aberta que rolou na Reunião da Rede SciELO [Publicado originalmente no blog do Periódicos de Minas em outubro/2018]

A Reunião da Rede SciELO aconteceu em setembro de 2018, ano em que o SciELO completa 20 anos. Na ocasião, oito grupos de trabalho se reuniram para discutir temas relacionados aos periódicos científicos. O Grupo de Trabalho 7 discutiu sobre os Portais Institucionais de Periódicos e a transição para Ciência aberta. Confira como foi a experiência do GT. Read More →

Implicações do SciELO na história da cobertura da ciência da AL&C

Dados históricos sobre a presença da América/América Latina em fontes bibliográficas foram utilizados como referências para revisar as implicações do SciELO na recente cobertura de periódicos científicos na região. Três cenários são mencionados. Expansão da ciência moderna (periódicos e catálogo da Royal Society, séculos XVII-XIX); hegemonia dos índices anglo-saxões de citações (século XX); diversificação da cobertura e tipo de índices (século XXI). Através da geografia de citações visíveis no SciELO, nota-se sinais de mudanças na especialização dos periódicos regionais como fontes citadas; acreditamos que esta tendência continuará em periódicos que abordam questões regionais. Texto disponível somente em espanhol. Read More →

Como os periódicos podem aproveitar ao máximo sua associação ao Crossref

Bem-vindo à série de blogs do Crossref/SciELO sobre DOIs e os metadados associados a estes identificadores persistentes. Nos posts anteriores, Chrissie Cormack Wood, Chefe de Comunicações que lhes apresentou o Crossref, falou sobre o papel crítico do DOI, Isaac Farley, Gerente de Suporte do Crossref, escreveu sobre a diferença entre preprints e ahead of print, e Rachael Lammey, Chefe de Contato com Membros & Comunidades, discutiu as opções para a aquisição do DOI. Esse post completa a série e fornece informação sobre como os periódicos podem estender seu uso dos DOIs do Crossref para serviços adicionais. Read More →

Série de entrevistas com o Presidente e ex-presidentes da ABEC: Entrevista com Lewis Joel Greene

A Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC) e o SciELO têm papéis fundamentais na promoção de políticas que visem o avanço da ciência brasileira, no que tange a produção, divulgação e internacionalização, além de sempre trazer a discussão da ética e das boas práticas, objetivando fomentar todo o ecossistema editorial brasileiro, ou seja, do pesquisador/autor passando pelas prestadoras de serviços, até a sua publicação. Essa entrevista, com Lewis Joel Greene, que foi presidente da ABEC de 1996 a 1999, é a segunda da série de entrevistas com o Presidente e ex-presidentes da ABEC. Read More →

Os fundamentos do patrocínio no Crossref

Há muitos periódicos que desejam registrar conteúdo e se beneficiar dos serviços prestados pelo Crossref, mas podem não conseguir fazê-lo sozinhos. Estas organizações usam patrocinadores. Patrocinadores são organizações que publicam em nome de grupos de organizações menores. Cerca de 650 dos 800 membros do Brasil do Crossref são representados por um patrocinador. Read More →

CSIndexbr: Índex de publicações brasileiras em Computação

Pesquisadores de Ciência da Computação podem agora acessar as principais publicações de autores brasileiros, organizadas por subáreas da Computação e também por departamento e universidade de origem. Read More →

Os fundamentos sobre os tipos de conteúdo: Preprints, Crossmark, traduções e muito mais

Qual é a diferença entre preprints e ahead of print? Quando você deve usar cada um deles; e quais são os requisitos do DOI? Esta matéria responde a estas perguntas e fornece uma visão geral básica de como conectar os registros de metadados de tipos de conteúdo relacionados, como traduções. Read More →

O artigo e os periódicos científicos têm futuro?

Como pensar o futuro da comunicação científica, visando sua mais ampla circulação, uso, citação e impacto? Propõe-se focar mais em atender às necessidades do “Grande Diálogo” na produção do conhecimento e menos nas estratégias de financiamento e sobrevivência das formas canônicas de comunicação científica, ante os efeitos disruptivos do acesso aberto. Read More →

A relevância dos livros na comunicação científica – o caso do SciELO Livros

Os manuscritos foram os primeiros repositórios de comunicação científica. Ao longo dos séculos e das novas tecnologias, a ciência foi comunicada por livros, por correspondências pessoais entre pesquisadores, periódicos e livros em papel até chegarmos às tecnologias eletrônicas e à Internet. Ao longo do século XX, os periódicos tornaram-se predominantes como meio de comunicação dos resultados da pesquisa, com rápida adaptação às funcionalidades oferecidas pelas mudanças tecnológicas. Na Reunião da Rede SciELO da Semana SciELO 20 Anos, um grupo de trabalho analisará e discutirá a relevância dos livros na comunicação científica, com foco no progresso das editoras de livros acadêmicos e, mais especificamente, no Programa SciELO Livros. Read More →

O papel crítico do DOI

Descubra porque os links de URL para artigos de pesquisa são frágeis e como os DOIs são essenciais na criação de links estáveis e persistentes para objetos de pesquisa. Isso é obtido através dos metadados que os membros depositam no Crossref como parte de suas obrigações. Saiba como todos nós podemos contribuir para criar um registro de pesquisa global e robusto. Read More →