Category: Análises

Avaliação por pares: ruim com ela, pior sem ela

A avaliação por pares é tida como um dos pilares – senão o mais importante – da comunicação científica. Apesar das dificuldades em passar pelo processo de revisão, os autores são da opinião de que o processo melhora a qualidade do manuscrito e desejam publicar em periódicos arbitrados e que possuam um sólido mecanismo de avaliação. Casos recentes de manipulação do processo por meio de pareceres forjados preocupam a comunidade científica internacional, porém não destituem o mecanismo de sua credibilidade e confiança. A crise da revisão por pares pode ser uma oportunidade para fortalecer e aperfeiçoar o processo. Read More →

A Elsevier que você conhece não é a única Elsevier

O atual publisher científico Elsevier pode ter o mesmo nome que a reputada casa editorial que publicou o trabalho de grandes cientistas dos Séculos XXVI e XXVII, mas não há, de fato, nenhuma ligação histórica entre eles, exceto o nome. Read More →

Avaliação por pares: modalidades, prós e contras

O sistema duplo-cego de revisão por pares é apontado pela maioria dos pesquisadores como um mecanismo efetivo e eficiente, pois elimina julgamento subjetivo e vieses de autoria e afiliação, permitindo concentrar-se na qualidade do manuscrito. O periódico Nature reporta que os autores podem, a partir de agora escolher esta modalidade de revisão para seus manuscritos. São discutidas aqui as modalidades mais frequentes de revisão por pares, suas características, vantagens e desvantagens, inclusive com relação aos periódicos da coleção SciELO Brasil. Read More →

Os pareceres de propostas de financiamento a pesquisa poderiam ser abertos?

Pesquisadores têm discutido qual seria o impacto de tornar o processo de revisão de propostas de financiamento a pesquisa mais aberto e transparente, com o objetivo de apoiar a redação de melhores propostas e reconhecer o trabalho dos revisores. Artigo recente na Nature analisa a repercussão de dois trabalhos sobre a abertura do processo de revisão de projetos de pesquisa e a possibilidade de alteração da avaliação depois da publicação dos resultados. Read More →

Estudo analisa o uso de redes sociais na avaliação do impacto científico

O uso de redes sociais em comunicação científica vem aumentando em larga escala e plataformas específicas têm sido criadas para interação e compartilhamento de informação entre pesquisadores. Estudo de pesquisadores da Universidade St. Gallen, na Suíça, avaliaram se e como o impacto científico pode ser medido por meio da análise de dados de mídias sociais, e como esta abordagem se relaciona com as métricas tradicionais. Read More →

Inequidade de gêneros na ciência varia entre disciplinas

Certas disciplinas científicas têm menor percentagem de mulheres do que outras. Estudo publicado na Science apresenta a hipótese de que mulheres estão presentes em menor proporção em áreas em que se acredita que requeiram brilhantismo e talento inatos, e não trabalho árduo e dedicação. Pesquisa realizada com 1.820 pesquisadores em instituições de ensino superior nos Estados Unidos mostrou correlação inversa entre as áreas que valorizam o talento inato e o número de mulheres representadas nestas áreas. Read More →

Ética editorial – a geografia do plágio

Um estudo recente publicado no PNAS sobre 757.000 documentos de arXiv.org sobre a reutilização de textos (text overlap) mostra que esta prática é mais comum em alguns países que em outros, porém os resultados parecem demostrar que os autores que mais copiam textos alheios também são menos citados. Read More →

Ética editorial: as arbitragens fraudulentas

Nos meses passados houve uma quantidade importante de retratações de trabalhos científicos devido a processos de arbitragem fraudulentos. Aparentemente estão aparecendo no mercado fábricas de artigos (paper mills) que oferecem a pesquisadores, por um preço, a possibilidade de que seu nome apareça em um artigo em um periódico de alto Fator de Impacto (ainda que não seja o autor). Read More →

É hora de rever o sistema de pós-graduação brasileiro

O sistema de pós-graduação brasileiro tem ficado para trás e necessita de grandes modificações. Um painel convocado para analisar a pós-graduação, desde o seu início nos anos 70, se faz necessário, concebendo um sistema mais eficaz no que diz respeito à qualidade dos nossos alunos e do empreendimento científico no Brasil. Read More →

Artigo analisa a saturação dos revisores por pares

A publicação online ocasionou o aumento significativo de periódicos e de artigos mundialmente, porém o número de pesquisadores não aumentou na mesma proporção. Com isso, o processo de revisão por pares, que confere qualidade e credibilidade aos artigos científicos, encontra-se saturado e como consequência a qualidade dos pareceres vem caindo. Dois artigos na Nature tratam do tema, o primeiro deles propõe um modelo híbrido para avaliar os artigos e o segundo relata um serviço online para registro e publicação de revisões, com a finalidade de conferir crédito e reconhecimento aos revisores. Read More →

Princípios para citar dados científicos

Recentemente foi aprovada pelo grupo internacional FORCE11 a Joint Declaration of Data Citation Principles, o que assinala um marco no avanço da comunicação científica no ambiente online. Esta Declaração está sendo assinada e aprovada pelos principais grupos editoriais do mundo, universidades e, futuramente, será incorporada aos procedimentos do SciELO em sua melhora continua de gestão. Read More →

Como faço para que me leiam e me citem se não publico em elite-journals?

O impacto de citações de nossos artigos dependerá em grande parte do trabalho de promoção que fizermos daquilo que publicamos. As citações não surgirão mecanicamente do Fator de Impacto do periódico, porém do nosso trabalho pessoal de marketing. Read More →

Artigo investiga: seu trabalho mais citado é seu melhor trabalho?

Estudo relata pesquisa com os 400 autores mais citados na área de ciências biomédicas sobre sua percepção a respeito de seus artigos mais citados publicados entre 2005-2008. Foi solicitado aos autores relacionar seus dez artigos mais citados em seis modalidades. A pesquisa tem por objetivo investigar se os autores consideram seus artigos mais citados os mais importantes e responder a questões como: A ciência progride principalmente através da evolução ou da revolução? O estudo traz muitas conclusões interessantes, entretanto, ao invés de responder às perguntas, traz ainda mais questionamentos. Read More →

Intercâmbio de dados de pesquisa continua baixo e aumenta lentamente

O intercâmbio de dados de pesquisa acadêmica permite que outros cientistas possam replicar os experimentos e avançar solidamente na construção da ciência. Apesar das agências financiadoras mais importantes do mundo estabeleceram em suas políticas a disponibilidade aberta dos dados, apenas um terço da pesquisa médica, e muito menos em outras áreas, cumprem estas disposições. Há várias razões que freiam este avanço que vão desde os direitos de autor e interesses comerciais até a segurança nacional. Read More →

Estudo propõe uma taxonomia de razões para citar artigos em publicações científicas

O artigo analisa a atividade de citar estudos publicados durante o processo de redação de um artigo científico. O modelo sugerido consiste de quatro categorias principais – Argumentação, Alinhamento Social, Alinhamento Mercantil, e Dados – além de subcategorias. Os autores argumentam que as complexidades da prática de citação mostram o quão pouco pode ser presumido sobre os verdadeiros motivos para citar ao se analisar um artigo finalizado. O estudo tem impacto principalmente na atribuição de relevância de artigos com base exclusivamente em citações recebidas e, por conseguinte, nos modelos de avaliação de periódicos e pesquisadores. Read More →