Category: Análises

Certifique-se de que seu livro seja descoberto! Conselhos orientados ao leitor para o autor do livro [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Novembro/2017]

Embora a publicação de livros acadêmicos permaneça dominada pela impressão, a capacidade de alcançar os leitores agora é extremamente dependente da descoberta online de livros acadêmicos. Os autores que procuram se conectar com o maior número possível de leitores devem considerar como maximizar as chances de seus livros e capítulos serem recuperados nas pesquisas online dos leitores. Terry Clague oferece alguns conselhos simples orientados ao leitor para o autor do livro. Read More →

A vez dos periódicos de qualidade do Brasil

Políticas, programas e projetos de pesquisa deverão alavancar os periódicos do Brasil e permitirão ampliar o reconhecimento e a qualificação da ciência brasileira em suas dimensões científica e social, além do clássico ranqueamento bibliométrico dos periódicos que influenciam pesquisadores, instituições acadêmicas, periódicos e agências de pesquisa. Read More →

Colaboração e cooperação são fundamentais para tornar a ciência aberta uma realidade [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Outubro/2017]

A causa por dados abertos é cada vez mais inquestionável. A prática aprimorada de dados pode ajudar a endereçar preocupações sobre a reprodutibilidade e a integridade da pesquisa, reduzir a fraude e melhorar os resultados dos pacientes, por exemplo. A pesquisa também mostra que boas práticas de dados podem levar a maior produtividade e aumento de citações. No entanto, como relata Grace Baynes, os dados recentes de pesquisa mostram que, embora a comunidade de pesquisa reconheça o valor dos dados abertos, a aceitação permanece lenta, com boas práticas de dados e compartilhamento de dados longe do status quo. Para efetivar mudanças, o governo, financiadores, instituições, publishers e os próprios pesquisadores têm um papel importante a desempenhar. Read More →

Algumas ideias sobre a pós-graduação brasileira

O nível dos cursos de mestrado e doutorado do Brasil pode ser melhorado mediante à introdução de novas disciplinas que foquem na “formação” do aluno ao invés da “informação”. Read More →

Uma solução estatística para a crise de replicação na ciência [Publicado originalmente no The Conversation em Outubro/2017]

Como devemos avaliar as alegações iniciais de uma descoberta científica? Eis aqui uma nova ideia: Somente os valores-p inferiores a 0,005 devem ser considerados estatisticamente significativos. Os valores-p entre 0,005 e 0,05 devem ser chamados de sugestivos, porém a significância estatística não deve servir como um limite padrão para publicação. Read More →

Nós temos a tecnologia para salvar a avaliação por pares – agora compete às nossas comunidades implementá-las [Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Setembro/2017]

Houve uma explosão em inovação e experimentação na revisão por pares nos últimos cinco anos. Enquanto o ideal da revisão por pares ainda seja necessário, é a sua implementação, e a falta atual de qualquer alternativa viável, que deve procurar melhorar, com base em três características fundamentais que sustentam qualquer sistema viável de revisão por pares: controle de qualidade e moderação, incentivos de desempenho e engajamento, e certificação e reputação. Read More →

Avaliação por pares: recomendações dos periódicos aos pareceristas

A despeito de estar passando por transformações para torná-la mais sustentável, rápida e eficiente, a avaliação por pares é o processo que contribui para aumentar a qualidade e confiabilidade da comunicação científica. Poucos periódicos, entretanto, disponibilizam aos seus pareceristas instruções detalhadas sobre como realizar esta avaliação seguindo sua política editorial, o que diminui a eficácia e a eficiência do processo. Read More →

A ciência é fundamentalmente um empreendimento coletivo. Esta coletividade deve ser reconhecida mais explicitamente

Existe uma falta de conexão entre a natureza coletiva da ciência e a forma como os sistemas editorial e acadêmico de crédito e recompensa se concentram fortemente em realizações individuais. Isso resulta em problemas que afetam não só a ciência, mas a confiança da sociedade na ciência e, portanto, a sociedade como um todo. Read More →

Como será a avaliação por pares em 2030?

Apesar de a literatura científica sempre ter sido revisada antes de ser publicada, as formas atuais de revisão por pares têm somente poucas décadas de existência e já, desde o princípio, estiveram sujeitas a críticas e limitações. A revisão aberta e os servidores de preprints surgiram nos últimos anos como possíveis soluções em um mundo de comunicação crescente na pesquisa científica. Revisões abertas, inteligência artificial, revisões colaborativas e na “nuvem”… como será a avaliação por pares em 2030? Read More →

Ética editorial – outros tipos de plágio… e contando

O plágio e as fraude se multiplicam em variadas formas. Recentemente têm aparecido dois tipos menos frequentes – o plágio acidental e o plágio pelos pareceristas. De qualquer maneira, o plágio é uma violação ética que erode a confiança do público e que temos que impedir. Read More →

O papel dos editores na avaliação por pares: como identificar maus pareceristas

Um modelo teórico de avaliação por pares avalia os efeitos que pareceristas de conduta antiética tem na aprovação e rejeição de artigos e como os editores de periódicos podem mitigar este comportamento. O que está em jogo é a confiabilidade, transparência e eficiência da avaliação por pares pré-publicação. Read More →

A miopia dos indicadores bibliométricos

A utilização de indicadores bibliométricos para avaliação da ciência é uma prática ubíqua, a despeito de não existir uma relação inequívoca entre citações e qualidade, impacto ou mérito científico. Um recente estudo estabelece que o uso indiscriminado destes indicadores pode dificultar a publicação de resultados inovadores de pesquisa, retardando o desenvolvimento da ciência. Read More →

Como encontrar artigos em acesso aberto – dicas do meu nerd favorito

A comunicação acadêmica disponível online, seja em periódicos ou em repositórios, soma milhões e esta cifra cresce a cada ano. De quais ferramentas eficientes, via navegadores, dispõem os pesquisadores, bibliotecários, estudantes e outros para localizar as versões em acesso aberto dos trabalhos que lhes interessam? Read More →

Propostas de financiamento a pesquisa enviadas ao NIH podem citar preprints

O uso de preprints como meio de acelerar a comunicação das pesquisas vem se tornando uma prática frequente em muitas áreas do conhecimento, também como forma de aperfeiçoar o processo de avaliação por pares. Os National Institutes of Health, renomada instituição norte-americana de pesquisa e agência de fomento anunciou recentemente que propostas de financiamento e relatórios estão autorizados a citar preprints “para acelerar a disseminação e aumentar o rigor de seu trabalho”. Read More →

Abertura é a única qualidade de um artigo científico que pode ser objetivamente aferida

A qualidade de um artigo de pesquisa científica é uma preocupação muito difundida no meio acadêmico. O proxy mais utilizado se baseia em contagens de citações, não do próprio artigo, mas da média dos artigos que aparecem no mesmo periódico durante um determinado intervalo de tempo. Isso é conhecido como o Fator de Impacto do periódico, que pode ser objetivo dentro de sua própria definição, mas é totalmente desprovido de objetividade em relação à qualidade científica de artigos individuais. Somente algumas qualidades técnicas dos artigos podem ser avaliadas no momento de sua publicação e, significativamente, sua abertura, o grau em que os resultados da pesquisa que descrevem, podem ser imediatamente e universalmente compartilhados. Read More →