Tag: Acesso Aberto

França prepara projeto de lei para regulamentar acesso aberto

A França está elaborando um projeto de lei para regulamentar o acesso aberto a resultados de pesquisa científica financiada com recursos públicos. O texto da lei, no entanto, não está de acordo com o que Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS) entende que beneficia a comunidade científica e a sociedade francesa e mundial. O projeto encontra-se disponível para consulta pública e qualquer usuário da Internet pode sugerir mudanças que irão impactar na forma como a pesquisa é veiculada digitalmente. Sua participação é muito importante, vote você também. Read More →

A proposta editorial da Open Library of Humanities [Originalmente publicado no blog The Impact Factor]

A Open Library of Humanities (openlibhums.org) não é mais um projeto. No dia 28 de setembro de 2015 o mega-journal de humanidades e ciências sociais foi lançado e, com ele, um novo modelo de financiamento. Read More →

Projeto Making Data Count incentiva compartilhamento de dados de pesquisa

O compartilhamento de dados de pesquisa (open data) vem se consolidando em todos os setores ligados à pesquisa científica, e envolve autores, periódicos, publishers, agências de fomento, o setor produtivo e a sociedade. Para incentivar autores a disponibilizar e reutilizar datasets, é preciso encontrar formas de medir o impacto científico destes dados. A iniciativa Making Data Count faz isso de forma eficiente, saiba como. Read More →

A percepção favorável ao acesso aberto melhora entre pesquisadores

Pesquisa realizada pelo Nature Publishing Group aponta que a percepção sobre a publicação em acesso aberto (AA) está mudando rapidamente entre os pesquisadores. Em 2014, 40% dos autores que não publicaram em periódicos AA se declaravam preocupados com a qualidade das publicações, percentagem que caiu para 27% em 2015. O NPG apoia a publicação em AA e reconhece sua importância, publicando 56% dos artigos neste formato. Read More →

O que está atrasando a transição ao acesso aberto se não custa mais?

A transição para o acesso aberto financiado pela Taxa de Processamento de Artigo (Article Processing Charge, APC) a partir de um sistema de assinatura está longe de ser simples, mesmo que o custo do sistema de acesso aberto seja o mesmo, ou até menor. Há sinais de esperança, entretanto, através de uma estratégia que pode ajudar a superar os obstáculos por meio de uma abordagem em larga escala, até mesmo a nível nacional, oposta a habitual, onde cada instituição tem que pesar os custos e benefícios. Read More →

Contribuição do SciELO para a Globalização da Ciência [Publicado originalmente no blog “Perspectives”, da Digital Science]

O SciELO foi criado no Brasil há cerca de duas décadas, quando os índices internacionais limitavam sua cobertura aos denominados periódicos mainstream, ignorando um universo de periódicos editados por publishers regionais, principalmente de países de língua não-inglesa. Tendo por objetivo aumentar a qualidade e visibilidade da pesquisa de classe internacional publicada nestes periódicos nacionais, revisados por pares, o SciELO rapidamente emergiu como um indexador e modelo de publicação por uma rede de 15 países, que inclui mais de mil periódicos e meio milhão de artigos, atendendo a mais de um milhão de downloads por dia. O SciELO contribui para a globalização da ciência e o enriquecimento cultural do fluxo internacional de informação científica. Este post, de autoria dos diretores do SciELO, foi originalmente publicado no blog do Digital Science, “Perspectives”. Read More →

Nota de repúdio ao artigo “Is SciELO a Publication Favela?” de autoria do Sr. Jeffrey Beall

Editores de periódicos assinam nota de repúdio à tentativa do Sr. Jeffrey Beall de depreciar gratuitamente a imagem exitosa do SciELO. Leia a nota aqui: http://peloscielo.org/. Read More →

Acesso aberto na América Latina: um modelo para o resto do mundo [Publicado originalmente no blog da SPARC]

Manifesto assinado por acadêmicos e representantes de sociedades pró-acesso aberto publicado no portal da Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition – SPARC, repudia as ideias defendidas por Jeffrey Beall que desqualificam o SciELO (e também Redalyc) a favor do controle dos periódicos pelas grandes editoras comerciais. O manifesto expressa que o acesso aberto na América Latina é exemplar. Read More →

Moção de repúdio ao ataque classista do Sr. Jeffrey Beall ao SciELO

Pelo Fórum de Editores de Revistas de Saúde Coletiva e Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) Read More →

Publicação Científica: A transição para o Acesso Aberto passa pela Holanda

As negociações entre as universidades holandesas (VSNU – Associação de Universidades Holandesas) e três grandes editoras (Springer, Wiley e SAGE) se encontram concluídas e foram feitos passos significativos para incluir o acesso aberto nas negociações com os editores. Com a Elsevier, no entanto, as negociações estão em um impasse, de acordo com o VSNU. Eles pediram um boicote, mas a verdadeira questão é, sem dúvida, porque a Elsevier, a maior editora acadêmica, além de ser holandesa (!), não pode fazer – ou não fará – o que outras grandes editoras podem – e farão. Não tenho resposta para isso, mas na tentativa de esboçar a situação com algum detalhe, espero poder acrescentar alguma clareza. O resultado das negociações certamente irá influenciar outros países. Read More →

SciELO adota CC-BY como atribuição principal de Acesso Aberto

A partir de 1º de julho de 2015, o Programa SciELO adotará a licença CC-BY como padrão de atribuição de Acesso Aberto para a coleção SciELO Brasil. Com esta decisão o SciELO alinha-se às políticas de Acesso Aberto adotadas pelos principais periódicos e publicadores internacionais com o objetivo de maximizar as opções de acesso e de reutilização dos artigos. Read More →

Recursos gastos globalmente em assinaturas de periódicos podem ser completamente transferidos para um modelo de negócio de acesso aberto para liberar acesso aos periódicos?

O rápido crescimento recente da publicação de acesso aberto e os claros benefícios que o acesso aberto representa para a sociedade como um todo leva à pergunta: podem todos os periódicos científicos por assinatura do mundo ser transferidos para acesso aberto de forma sustentável? Há dinheiro suficiente atualmente no sistema para essa transição e haveria qualquer impacto econômico? Um estudo esclarecedor recente publicado pela Biblioteca Digital Max Planck investiga esta questão e fornece algumas respostas muito concretas com base nas despesas reais com assinaturas e sobre os custos reais dos serviços de acesso aberto. Read More →

Os pareceres de propostas de financiamento a pesquisa poderiam ser abertos?

Pesquisadores têm discutido qual seria o impacto de tornar o processo de revisão de propostas de financiamento a pesquisa mais aberto e transparente, com o objetivo de apoiar a redação de melhores propostas e reconhecer o trabalho dos revisores. Artigo recente na Nature analisa a repercussão de dois trabalhos sobre a abertura do processo de revisão de projetos de pesquisa e a possibilidade de alteração da avaliação depois da publicação dos resultados. Read More →

Odontoestomatología – Primeiro periódico uruguaio do SciELO totalmente em inglês

Em 4 de dezembro, a Facultad de Odontología de la Universidad de la República del Uruguay assinalou um marco na publicação científica do país. Após oito anos de tarefas planejadas, o periódico Odontoestomatología, integrante do Portal SciELO, é o primeiro no país a estar disponível em formato online, acesso aberto e totalmente em inglês. Read More →

UNESCO e SciELO lançam livro sobre os 15 Anos do SciELO

Press release conjunto da UNESCO e SciELO comunica o lançamento do livro que analisa a experiência de 15 anos de operação do SciELO. O texto ressalta o pioneirismo e sucesso do SciELO na adoção da publicação em acesso aberto em 1998, mais tarde endossado pelas Declarações de Budapeste e Berlim e, em 2009, pela política de acesso aberto da UNESCO. Read More →