Tag: Avaliação Por Pares

eLife: um exemplo de aperfeiçoamento da avaliação por pares

O periódico arbitrado online e de acesso aberto eLife, lançado em 2012, publica artigos na área de biomedicina e ciências da vida. A publicação sem fins lucrativos surgiu da necessidade de seus fundadores de criar um modelo de publicação que atendesse às necessidades da comunidade acadêmica quanto à política editorial. A publicação conta com um quadro de Editores Seniores formado por pesquisadores independentes, renomados, experientes e ativos em suas áreas. Seu processo de avaliação por pares é inovador e tem por objetivo assegurar objetivos claros e comentários construtivos e consolidados entre editor e pareceristas. Read More →

A revisão por pares como objeto de estudo

O tema da comunicação científica na última década vem despertando o interesse de pesquisadores em todas as áreas do conhecimento. Um dos temas mais estudados é a avaliação da revisão por pares, incluindo seus aspectos qualitativos e quantitativos, sua capacidade de detectar e coibir práticas antiéticas, apreciação das modalidades de avaliação e como a tecnologia pode facilitar e aperfeiçoar o processo, bem como enfrentar os desafios impostos pela era da publicação digital. Read More →

Avaliação por pares: ruim com ela, pior sem ela

A avaliação por pares é tida como um dos pilares – senão o mais importante – da comunicação científica. Apesar das dificuldades em passar pelo processo de revisão, os autores são da opinião de que o processo melhora a qualidade do manuscrito e desejam publicar em periódicos arbitrados e que possuam um sólido mecanismo de avaliação. Casos recentes de manipulação do processo por meio de pareceres forjados preocupam a comunidade científica internacional, porém não destituem o mecanismo de sua credibilidade e confiança. A crise da revisão por pares pode ser uma oportunidade para fortalecer e aperfeiçoar o processo. Read More →

Avaliação por pares: modalidades, prós e contras

O sistema duplo-cego de revisão por pares é apontado pela maioria dos pesquisadores como um mecanismo efetivo e eficiente, pois elimina julgamento subjetivo e vieses de autoria e afiliação, permitindo concentrar-se na qualidade do manuscrito. O periódico Nature reporta que os autores podem, a partir de agora escolher esta modalidade de revisão para seus manuscritos. São discutidas aqui as modalidades mais frequentes de revisão por pares, suas características, vantagens e desvantagens, inclusive com relação aos periódicos da coleção SciELO Brasil. Read More →