Blog SciELO em Perspectiva comemora um ano de publicação

editorial-julho_thumb

As redes sociais são parte integrante da comunicação científica como fontes e filtros de acesso à informação, como meio de disseminação e marketing e como fonte das chamadas altimétricas sobre a presença e influência das pesquisas na Web. A adoção das redes sociais pelos periódicos SciELO é uma prioridade do programa nas linhas de ação de profissionalização e internacionalização. O blog SciELO em Perspectiva cumpre em julho de 2014 um ano de operação com resultados positivos e se projeta como plataforma comum de blog dos periódicos SciELO. Read More →

Os créditos do autor… autor do quê?

pinkpanther_thumb

Quando um artigo científico registra dezenas de pessoas como responsáveis pela publicação, quem é o autor, como são repartidos os créditos, todos tem o mesmo nível de responsabilidade? Um editorial recente da Nature apresenta uma taxonomia para categorizar os diferentes papéis do conceito de autor. É interessante a comparação do problema com o que é feito pela indústria cinematográfica na distribuição de créditos no prêmio Oscar. Read More →

Movimento Open Data se consolida internacionalmente

opendata_thumb

O movimento Open Data – a disponibilização de dados de pesquisa científica para preservação, consulta, utilização e citação – vem ganhando adeptos em todos os setores da academia, publishers, periódicos, instituições de pesquisa, e agências de fomento. A iniciativa permitirá maior interoperabilidade, transparência, visibilidade e impacto da pesquisa, além de assegurar a preservação digital dos dados originais, que de outra forma tendem a se perder ou se tornar inacessíveis com o passar do tempo. Read More →

A ciência na América do Sul na Nature

thumb

O renomado periódico Nature dedica uma seção especial do número de 11 de junho à análise da produção científica da América do Sul, ressaltando áreas de excelência e inovação que são reconhecidas internacionalmente e de colaboração com outros países dentro e fora da região. Os artigos também ressaltam as desigualdades econômicas e de infraestrutura, bem como os baixos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, e apontam a FAPESP como modelo de sucesso em investimento diretamente ligado ao PIB. Read More →

O que é a Public Library of Science Collections? – Parte II

plos_thumb

Este post apresenta a segunda parte da descrição dos conteúdos da PLoS Collections. Das sete coleções que a integram, foram selecionadas Text Mining e Altmetrics, onde se analisa brevemente seus conteúdos e importância para a cienciometria e as ciências da informação, e o crescimento destas disciplinas potencializadas pelo acesso aberto a textos completos. Read More →

Os desafios da profissionalização

editorial-imagem-planilha-ppt.JPG

A profissionalização da gestão e operação dos periódicos indexados pelo SciELO enfrenta desafios relacionados com a sua centralidade no meio acadêmico, com destaque por um lado, para o uso racional do limitado tempo que dedicam os pesquisadores na posição de editores-chefes e, por outro, para a adoção dos serviços de editoração, publicação, disseminação e marketing de acordo com o estado da arte internacional. Read More →

O que é Public Library of Science Collections? – Parte I

plos_thumb

A PLoS Collections contém documentos selecionados sobre sete áreas temáticas publicados em Acesso Aberto. São apresentados brevemente os conteúdos e importância que têm estas coleções, as quais ilustram o passado, presente e futuro do Acesso Aberto, e também sobre o crescimento das disciplinas de Text Mining e Altmetria, potencializadas pelo acesso livre a textos completos. Read More →

O que é o declínio dos periódicos de Elite?

declinio_thumb

De acordo com um estudo de Vincent Larivière da Universidade de Montréal, houve um crescimento exponencial de artigos publicados nos periódicos de elite. Entretanto para que um artigo se encontre no seleto grupo dos 5% com maior impacto, é necessário o dobro de citações que anos atrás, e que estes artigos se distribuam em uma base mais ampla de títulos, pois os autores são mais independentes ao selecionar onde publicar. Read More →

Ética Editorial – cronologia de um plágio

plagiarism_pt_thumb

As pesquisas mais avançadas, e que são publicadas em periódicos de elite como Nature, não escapam do plágio ou de faltas graves. Devido a um caso recente sobre células mãe a Universidade Weseda do Japão ordenou a revisão de 280 teses apresentadas no Instituto RIKEN desde sua fundação em 2007. Read More →

Autores cujo idioma nativo não é o inglês e editores, avaliam dificuldades e desafios para publicar em periódicos internacionais

dificuldades_thumb

Devido a barreiras de língua e cultura, autores de países emergentes têm enfrentado desafios para ter seus artigos aceitos em periódicos do main stream internacional. Uma pesquisa conduzida com editores internacionais e autores de países cujo idioma nativo não é o inglês mostra que bons resultados de pesquisa podem ser prejudicados por redação pobre e dificuldades com o idioma. Read More →