Tag: Comunicação Científica

Resumos de pesquisa em linguagem simples: algo para todos [Originalmente publicado no eLife]

Mais de 50 periódicos e organizações científicas produzem uma ampla variedade de resumos em linguagem simples que estão disponíveis para trabalhos de pesquisa em muitas áreas diferentes da ciência e da medicina. Os resumos em linguagem simples podem ajudar aos periódicos de ciências biomédicas a chegar aos pacientes e a outras pessoas que podem se beneficiar da pesquisa. Esta diversidade significa que sempre haverá algo disponível para todos aqueles interessados na ciência, independentemente de sua formação científica. Read More →

Estamos no Radar do GSM?

O Google Scholar Metrics (GSM) oferece métricas alternativas ao Fator de Impacto JCR e ao SJR, a saber, o índice h-5. Para ingressar neste ranking mundial que cobre mais de 40.000 periódicos é necessário somente publicar uma média de 20 artigos por ano e ser citado. Entretanto, existem centenas de periódicos (nossos periódicos) que não estão sendo indexados no GSM. Estão fora do Radar. Read More →

Eu escrevi isso… eu não escrevi isso… agora escrevo outra coisa…

O sistema emergente da comunicação científica online incorpora um enfoque tecnológico e ideologicamente diferente do tradicional, onde os artigos surgem inicialmente como versões em preprints e vão sendo modificados até chegar à versão final. Em caso de erros, estas mesmas tecnologias dão oportunidades eficientes para realizar correções parciais, totais e inclusive retratações, associando ao caminho de um documento a história de suas versões. É hora, portanto, de estabelecer metodologias que permitam obter o máximo de informação mais atualizada para apoiar os empreendimentos científicos. Read More →

Internacionalização como indicador de desempenho de periódicos do Brasil: o caso da psicologia

O caminho para o fortalecimento das publicações científicas passa quase sempre por sua internacionalização. Publicar em inglês, entretanto, não é suficiente para atingir uma audiência realmente global e índices comparáveis aos periódicos de maior prestígio. Um estudo sobre o grau de internacionalização de periódicos de psicologia do Brasil mostra como se pode trilhar este caminho. Read More →

In memoriam: Eugene Garfield – 1925-2017

O pai da Cienciometria faleceu aos 91 anos em 27 de fevereiro de 2017, deixando uma produção de mais de 1.000 trabalhos e comunicações ao longo de 60 anos de pesquisa. Read More →

SciELO Preprints a caminho

O objetivo principal do SciELO Preprints é acelerar a comunicação das pesquisas e contribuir para um fluxo organizado de preprints potencialmente aceitáveis pelos periódicos SciELO, em sintonia com os avanços e importância crescente da publicação de preprints internacionalmente. A construção cooperativa do modus operandi do SciELO Preprints envolverá a promoção e debate do conceito de preprints, a definição das estruturas de governança e operação e a implantação operacional. A expectativa é que esteja operando regularmente em meados de 2018. Read More →

Preprints – o caminho a seguir para o compartilhamento rápido e aberto do conhecimento

Preprints – versões de artigos científicos que ainda não foram formalmente revisados pelos pares antes da publicação – estão ganhando aceitação no mundo acadêmico. Eles oferecem acesso aberto, bem como publicação rápida, e seu sucesso por décadas na física tem estimulado a sua propagação em outras disciplinas. O desenvolvimento de preprints está ganhando terreno; importantes agências de financiamento estão apoiando preprints, e também o SciELO está planejando a criação de um repositório de preprints para autores da América Latina e o Sul Global em geral. Read More →

Estudo avalia fontes de financiamento para pagamento de taxas de processamento de artigos em acesso aberto

Existe correlação entre as taxas de processamento de artigos (article processing charge, APC) e o Fator de Impacto das publicações? Quais são as fontes de financiamento para o seu pagamento e como estas influenciam a escolha do periódico para publicação? Estas e outras perguntas foram investigadas por autores da Universidade Nanjing, China e os resultados explicam as particularidades do acesso aberto em diferentes países. Read More →

Cinco coisas a serem consideradas ao projetar uma política para medir o impacto da pesquisa [Originalmente publicado no The Conversation]

A decisão do governo australiano de medir o impacto da pesquisa universitária na sociedade introduz muitos novos desafios que não eram previamente relevantes quando a avaliação enfocava somente o mérito acadêmico. Read More →

Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta

Ao analisar como surgiu e evoluiu a instituição ‘peer review‘, é possível compreender a atual transição por que passa o processo de avaliação por pares, em direção a maior abertura, transparência e responsabilidade. Read More →