Tag: Comunicação Científica

A ciência é fundamentalmente um empreendimento coletivo. Esta coletividade deve ser reconhecida mais explicitamente

Existe uma falta de conexão entre a natureza coletiva da ciência e a forma como os sistemas editorial e acadêmico de crédito e recompensa se concentram fortemente em realizações individuais. Isso resulta em problemas que afetam não só a ciência, mas a confiança da sociedade na ciência e, portanto, a sociedade como um todo. Read More →

Texture – um editor de manuscritos científicos aberto [Publicado originalmente no periódico eLife em Julho/2017]

O projeto Substance lançou em 24 de julho de 2017 a versão Alpha 3 do editor Texture que lê e produz arquivos em XML de acordo com o padrão Journal Article Tag Suite (JATS), utilizado pelo SciELO para a estruturação dos textos científicos. Trata-se de um passo importante rumo a uma solução completa para editar artigos JATS e sua aplicação nos fluxos de trabalho de publicação. Read More →

Ética editorial – outros tipos de plágio… e contando

O plágio e as fraude se multiplicam em variadas formas. Recentemente têm aparecido dois tipos menos frequentes – o plágio acidental e o plágio pelos pareceristas. De qualquer maneira, o plágio é uma violação ética que erode a confiança do público e que temos que impedir. Read More →

O papel dos editores na avaliação por pares: como identificar maus pareceristas

Um modelo teórico de avaliação por pares avalia os efeitos que pareceristas de conduta antiética tem na aprovação e rejeição de artigos e como os editores de periódicos podem mitigar este comportamento. O que está em jogo é a confiabilidade, transparência e eficiência da avaliação por pares pré-publicação. Read More →

A miopia dos indicadores bibliométricos

A utilização de indicadores bibliométricos para avaliação da ciência é uma prática ubíqua, a despeito de não existir uma relação inequívoca entre citações e qualidade, impacto ou mérito científico. Um recente estudo estabelece que o uso indiscriminado destes indicadores pode dificultar a publicação de resultados inovadores de pesquisa, retardando o desenvolvimento da ciência. Read More →

Como encontrar artigos em acesso aberto – dicas do meu nerd favorito

A comunicação acadêmica disponível online, seja em periódicos ou em repositórios, soma milhões e esta cifra cresce a cada ano. De quais ferramentas eficientes, via navegadores, dispõem os pesquisadores, bibliotecários, estudantes e outros para localizar as versões em acesso aberto dos trabalhos que lhes interessam? Read More →

Propostas de financiamento a pesquisa enviadas ao NIH podem citar preprints

O uso de preprints como meio de acelerar a comunicação das pesquisas vem se tornando uma prática frequente em muitas áreas do conhecimento, também como forma de aperfeiçoar o processo de avaliação por pares. Os National Institutes of Health, renomada instituição norte-americana de pesquisa e agência de fomento anunciou recentemente que propostas de financiamento e relatórios estão autorizados a citar preprints “para acelerar a disseminação e aumentar o rigor de seu trabalho”. Read More →

Persistem as disparidades de gênero na ciência a despeito dos significativos avanços

A participação de mulheres como autores em publicações acadêmicas vem aumentando significativamente em todo o mundo e em todas as áreas do conhecimento, chegando a 49% no Brasil e Portugal, seguido da Austrália (44%) e União Europeia (41%). A equidade de gênero na ciência, entretanto, ainda tem um longo caminho a percorrer, especialmente nas funções de editoração e avaliação por pares. Um estudo realizado com mais de 41 mil artigos entre 2007 e 2015 mostra que editores do gênero masculino – que são maioria – selecionam preferencialmente pareceristas do mesmo gênero. Read More →

Resumos de pesquisa em linguagem simples: algo para todos [Originalmente publicado no eLife]

Mais de 50 periódicos e organizações científicas produzem uma ampla variedade de resumos em linguagem simples que estão disponíveis para trabalhos de pesquisa em muitas áreas diferentes da ciência e da medicina. Os resumos em linguagem simples podem ajudar aos periódicos de ciências biomédicas a chegar aos pacientes e a outras pessoas que podem se beneficiar da pesquisa. Esta diversidade significa que sempre haverá algo disponível para todos aqueles interessados na ciência, independentemente de sua formação científica. Read More →

Estamos no Radar do GSM?

O Google Scholar Metrics (GSM) oferece métricas alternativas ao Fator de Impacto JCR e ao SJR, a saber, o índice h-5. Para ingressar neste ranking mundial que cobre mais de 40.000 periódicos é necessário somente publicar uma média de 20 artigos por ano e ser citado. Entretanto, existem centenas de periódicos (nossos periódicos) que não estão sendo indexados no GSM. Estão fora do Radar. Read More →