Author: Ernesto Spinak

Colaborador do SciELO, engenheiro de Sistemas e licenciado en Biblioteconomia, com diploma de Estudos Avançados pela Universitat Oberta de Catalunya e Mestre em “Sociedad de la Información" pela Universidad Oberta de Catalunya, Barcelona – Espanha. Atualmente tem uma empresa de consultoria que atende a 14 instituições do governo e universidades do Uruguai com projetos de informação.

Dados Abertos: informação líquida, democracia, inovação… os tempos estão mudando

Os Dados Abertos estão mudando o ensino, a pesquisa e a tomada de decisões. O plano dos Governos Abertos registra mais de 385 catálogos em 40 países que oferecem mais de um milhão de data-sets abertos. Os DA somam-se ao Acesso Aberto, Software Livre e Creative Commons, em um processo de mudança mundial. Um recente relatório do McKinsey Global Institute revela que dispor de DA permitiria aumentar o PIB em trilhões de dólares. Read More →

Ética editorial e o problema do autoplágio

Se o autor copia um texto sem indicar o autor que o escreveu é considerado plágio, mas… o que acontece se você copiar suas próprias obras e não indicar? Autoplágio não é um crime de propriedade intelectual, mas é uma falta de ética na comunicação científica. É possível reutilizar seu próprio material? Até que ponto um trabalho pode ser incorporado a partes de trabalhos anteriores? Read More →

Impacto segundo Nature: comentários sobre o número especial 502 (7471) 17 oct. 2013

O fator de impacto dos periódicos medidos por citações recebidas é relevante, mas não suficiente para a avaliação dos projetos por parte das agências nacionais que financiam pesquisas. Sem desconsiderar essas medidas objetivas e a importância que têm, está surgindo uma visão consensual de que deve-se também avaliar o impacto social e econômico do que as agências financiam. Read More →

Ética editorial e o problema do plágio

O plágio no ambiente acadêmico, além de violar os direitos autorais e morais, é uma falta de ética que pode levar a expulsão do pesquisador. Há diferentes formas de plágio, que ocorrem com frequência diferente. Um recente relatório feito pela empresa iThenticate mostra os 10 casos mais comuns de plágio e seu índice de gravidade. Read More →

Os artigos em acesso aberto chegaram para ficar: em menos de 10 anos aproximam de 50% do nível mundial

Publicação patrocinada pela Comissão Europeia, que destaca o papel do SciELO no Brasil e no hemisfério sul, estima que 50% dos artigos acadêmicos no mundo estão disponíveis em Acesso Aberto. Pesquisadores como Stevan Harnad calculam esta taxa em 32%. Diferenças metodológicas explicam a discrepância, porém os resultados alcançados em uma década mostram que não há retrocesso nesta tendência. Read More →