As razões porque o Crossref existe e persiste

Por Christine Cormack Wood

Com o surgimento da Internet, os artigos se tornaram clicáveis à medida que as URLs eram usadas para vincular e citar os trabalhos. Entretanto, houve dois problemas. Primeiro os publishers tiveram que assinar assinar centenas de acordos individuais de vinculação entre si – o que teria se tornado impraticável –; e, segundo, algumas URLs começaram a falhar, principalmente devido ao fato do conteúdo estar sendo movido ou a alteração nos esquemas de URL, fazendo com que não fossem mais confiáveis.

Entra o Digital Object Identifier (DOI, Identificador de Objeto Digital). Ao contrário de uma URL, um DOI é um identificador persistente – uma referência vitalícia – que fica vinculada ao conteúdo de um objeto on-line, e não à sua localização, permanecendo, portanto, associado ao trabalho, independentemente de alterações no seu endereço web. O DOI está, de fato, associado a uma URL, mas isso pode ser atualizado de forma centralizada, portanto, ele sempre redireciona para o local atual do conteúdo.

Essa atualização central acontece através do Crossref. No ano de 2000, o Crossref foi fundado por um grupo de publishers científicos com visão de futuro que entendiam a necessidade de fornecer um serviço colaborativo central de referência – usando DOIs – que seria acessível e gerenciado pela comunidade global de comunicação científica.

Ao longo dos anos, o Crossref evoluiu e nossa missão agora é mais ampla do que apenas o DOIs e o Reference Linking. Hoje, somos uma organização sem fins lucrativos autossustentável que visa tornar todos os resultados de pesquisa não apenas fáceis de encontrar, citar e vincular, mas também fáceis de avaliar e reutilizar. Como a publicação evoluiu para além dos publishers, e inclui bibliotecas, acadêmicos, financiadores e muito mais, nossa base de mais de 10.000 membros também o fez. Estas organizações continuam nos guiando por meio de grupos de trabalho, comitês, uma ampla variedade de colaborações e milhares de outros usuários de metadados.

Este post introdutório é o primeiro em uma série de cinco publicações do Crossref; nos próximos meses falaremos mais sobre o papel do DOI, particularmente em termos de

  • Visibilidade e interoperabilidade,
  • Identificação de diferentes versões de conteúdo de um artigo, como preprints, formatos e idiomas,
  • Opções de aquisição, e
  • Como os periódicos podem explorar os DOIs usando os serviços do Crossref.

Referências

About us [online]. Crossref [viewed 17 July 2018]. Available from: https://www.crossref.org/about/

The Formation of CrossRef: A Short History [online]. Crossref [viewed 17 July 2018]. Available from: https://www.crossref.org/pdfs/CrossRef10Years.pdf

Links externos

Digital Object Identifier <https://en.wikipedia.org/wiki/Wikipedia:Digital_Object_Identifier>

Reference Linking <https://www.crossref.org/services/reference-linking/>

 

Sobre Christine Cormack Wood

Tendo vivido e trabalhado na Ásia e no Oriente Médio por quase vinte anos, Chrissie tem uma vasta experiência global e uma perspectiva verdadeiramente internacional. Agora sediada em Oxford, Chrissie é Diretora de Marketing e Comunicações do Crossref. Oferecendo suporte de marketing estratégico e tático, ela ajuda o Crossref a atingir seus objetivos educacionais e de conscientização – se comunicando com os membros e com uma ampla comunidade acadêmica para maximizar sua compreensão sobre o Crossref e seus serviços.

 

Traduzido do original em inglês por Lilian Nassi-Calò.

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

WOOD, C.C. As razões porque o Crossref existe e persiste [online]. SciELO em Perspectiva, 2018 [viewed ]. Available from: https://blog.scielo.org/blog/2018/07/17/as-razoes-porque-o-crossref-existe-e-persiste/

 

One Thought on “As razões porque o Crossref existe e persiste

  1. SciELO on July 19, 2018 at 08:58 said:

    Leia o comentário em espanhol, por Javier Santovenia Diaz:

    https://blog.scielo.org/es/2018/07/17/por-que-crossref-existe-y-persiste/#comment-41707

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Post Navigation