Pergunte ao Palestrante

A organização da Conferência SciELO 15 Anos abriu a possibilidade de anteciparmos perguntas e comentários aos palestrantes dos diferentes painéis com o objetivo de incorporar no programa da conferência as inquietudes, dúvidas, opiniões e posicionamentos da comunidade de editores, profissionais, estudiosos e pesquisadores sobre os avanços,  desafios e perspectivas da comunicação da pesquisa, assim como sobre nossas próprias experiências, lições aprendidas, frustrações e conquistas.

Vamos poder submeter perguntas, comentários e opiniões por meio de um formulário que está disponível no site do evento http://www.scielo15.org/pergunte-ao-palestrante/. Podemos utilizar o formulário várias vezes, de modo a aproveitar a oportunidade de buscar respostas às nossas dúvidas e aos problemas, como também compartilhar experiências e conhecimento. Podemos nos dirigir opcionalmente a um palestrante específico ou a um determinado painel de palestrantes ou ao evento como um todo.  A equipe da organização da conferência reunirá as perguntas e as dirigirá previamente aos respectivos palestrantes e painéis para que considerem os questionamentos em suas apresentações e/ou durante a sessão de discussão.

O Programa da Conferência SciELO 15 Anos está finalizado e os palestrantes definidos. No conjunto, o programa e os palestrantes projetam um olhar contemporâneo e crítico sobre a complexidade crescente que envolve a comunicação dos resultados como parte integral, consequência e determinante da pesquisa científica. Por um lado, a comunicação científica registra e dá a conhecer os avanços das pesquisas e, por outro lado, compõe a memória dinâmica da ciência a partir da qual recuperamos informação para subsidiar novas pesquisas, satisfazer curiosidades, responder às questões e tomar decisões.  A ciência é a ciência comunicada.

Os meios e as formas de comunicação da pesquisa ampliaram-se e aperfeiçoaram-se continuamente em sintonia com o progresso da pesquisa. Esse processo deu um salto notável nas últimas duas décadas com a consolidação da Web como o meio principal de comunicação científica. Em tão pouco tempo, e não obstante as resistências, o mundo da comunicação científica incorporou enormes transformações. O livro e o periódico científico reencarnaram-se no suporte digital online e adquiriram a propriedade da virtualidade e da disponibilidade universal. As bibliografias e bases de dados bibliográficas evoluíram para índices bibliográficos com interface de recuperação, de medidas e produção de indicadores de desempenho.  Os artigos na tela se transformaram em verdadeiros portais enriquecidos com um sem-número de serviços associados e atualizados a cada nova chamada. Surgiram as plataformas de publicação, os megajournals, o uso dos blogs e das redes sociais como parte integral da comunicação e divulgação científica. E, surgiu o movimento do acesso aberto ao conhecimento científico. Não menos importantes, os avanços e desafios da bibliometria e da cienciometria, o reconhecimento crescente do esgotamento do uso do Fator de Impacto dos periódicos e das políticas e sistemas que o tem como proxy para avaliar a qualidade da pesquisa comunicada.

Os periódicos dos países em desenvolvimento e emergentes fazem parte da comunicação científica global e, portanto, são igualmente afetados pelas complexidades, desafios, tendências e inovações que serão abordadas na Conferência SciELO 15 Anos. Esses periódicos, em sua grande maioria, são publicados por sociedades científicas e instituições de pesquisa independentes dos publishers comerciais. Estão, portanto, mais aptos para adotar alguns dos principais avanços das últimas décadas, como o acesso aberto, como é o caso da maioria dos periódicos de qualidade da América Latina que está indexada e publicada na Rede SciELO.

Os periódicos dos países em desenvolvimento e emergentes cumprem um papel essencial ao comunicar uma parcela importante da pesquisa nacional. E por diferentes razões não são publicadas nos periódicos dos países desenvolvidos que em muitos casos são os preferidos por políticas públicas e institucionais baseadas no Fator de Impacto. Uma boa parte dos chamados periódicos nacionais ou regionais comunica pesquisa de interesse local fundamental para o desenvolvimento econômico, social e cultural e, no caso da América Latina, fazem uso dos idiomas português e espanhol para melhor alcançar sua missão e objetivos. Mas, outra boa parte, comunica pesquisa de escopo internacional e adota o idioma inglês. Uma porcentagem crescente opta pelo multilinguismo de modo a atender igualmente ao público local e ao estrangeiro. Apoiados por políticas nacionais e institucionais, que passaram a reconhecer a importância dos periódicos nacionais e apoiados por sistemas e plataformas como o SciELO baseados em controle de qualidade e uso de tecnologias contemporâneas de publicação, os periódicos nacionais avançam para superar suas debilidades, principalmente no que se refere à profissionalização dos processos editoriais, à internacionalização da gestão e à operação editorial e, ainda, à estabilidade financeira. A perspectiva no mundo globalizado de hoje é romper com a visão fragmentada de periódicos de corrente principal e de carácter regional que favorecem os periódicos dos países desenvolvidos, predominantemente dos publishers comerciais. Em sintonia com o conceito da ciência como um empreendimento internacional.

O programa do SciELO 15 Anos busca assim uma abordagem global da comunicação científica com a inserção da problemática dos periódicos dos países em desenvolvimento e emergentes. Essa abordagem está presente na estruturação dos painéis da conferência: políticas de pesquisa e comunicação científica, tendências e inovações na comunicação científica, cienciometria e a medida da qualidade das pesquisas e dos periódicos, o estado atual e tendências do movimento do acesso aberto, as coleções nacionais de periódicos e a gestão editorial de periódicos orientadas aos periódicos nacionais dos países em desenvolvimento e emergentes.

Esse programa orientado à análise, debate e intercâmbio de ideias, informação e conhecimento sobre o estado da arte em editoração, publicação, disseminação e marketing de periódicos científicos poderá ser enriquecido sobremaneira com a participação de todos por meio de questionamentos, comentários, opiniões posicionamentos.

Vamos todos participar e enriquecer o programa da Conferência SciELO 15 Anos.

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE. Pergunte ao Palestrante [online]. SciELO em Perspectiva, 2013 [viewed ]. Available from: http://blog.scielo.org/blog/2013/09/02/pergunte-ao-palestrante/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation