Author: Scielo Preprints

Pode o uso público da razão combater a desinformação em torno à pandemia de COVID-19?

Discute as dinâmicas informacionais em torno da pandemia de COVID-19, com ênfase nas manifestações de desinformação ao redor da origem do vírus, da medida de distanciamento social e dos tratamentos. Destaca a importância da validação discursiva da informação, do filtro do uso público da razão, para enfrentar a desinformação. Read More →

Demanda por leitos de UTI pela COVID-19 no Distrito Federal, Brasil: uma análise do impacto das medidas de distanciamento social com simulações de Monte Carlo

A manutenção da adesão ao nível de 58% de isolamento foi o único cenário favorável, com um pico de até 792 internações em UTI entre 05/11/2020 e 15/01/2021. A ausência do distanciamento implicaria um pico de até 7.331 internações em UTI. As projeções corroboram o efeito positivo das medidas de distanciamento social e a aplicabilidade de indicadores no seu monitoramento. Read More →

Vigilância em saúde da COVID-19 no Brasil: busca de contatos nas comunidades como estratégia de autoproteção

Consideramos que essas ações podem ser um grande avanço na vigilância em saúde da COVID-19, uma vez que essa abordagem considera a transmissão na comunidade e em seus espaços sociais com a busca dos contatos, orientação adequada e educação em saúde trará benefícios para as pessoas afetas e a comunidade em geral. Read More →

Análise inicial da correlação espacial entre a incidência de COVID-19 e o desenvolvimento humano nos municípios do estado do Ceará no Brasil [a ser publicado na Rev. bras. epidemiol.]

A incidência da Covid-19 possui dependência espacial com correlação positiva moderada e formação de clusters do tipo alto-alto localizados na região metropolitana de Fortaleza e municípios da região norte. As menores incidências foram cluster tipo baixo-baixo na região sul e na região oeste. Houve correlação bivariada positiva entre IDHM e incidência de Covid-19 com formação de cluster na região metropolitana de Fortaleza. Read More →

Gerenciamento emergencial de recursos da atenção primária à saúde no enfrentamento à pandemia da COVID-19

As ações de gerenciamento emergencial para enfrentamento da pandemia na atenção primária resultaram numa série de ajustes críticos nos recursos para manter o controle da crise. O estudo pode contribuir para que serviços da mesma natureza orientem ações ou, despertar ideias capazes de alcançar melhores resultados no enfrentamento da pandemia. Read More →

A possibilidade de decretação do “lockdown” pelos estados em razão da COVID-19

Através de uma análise do direito fundamental de locomoção, bem como da distribuição de competências dentro do Estado federal brasileiro, este artigo mostra como podem os Estados e Municípios decretarem o lockdown. A conclusão a que se chegou mostra a desnecessidade de prévia decretação de estado de defesa ou estado de sítio. Read More →

Padrões funcionais de saúde em adultos com COVID-19 na terapia intensiva: fundamentação aos diagnósticos de enfermagem

A enfermagem pode apresentar estratégias com base nas respostas do paciente com o novo coronavírus, traduzidas nos diagnósticos de enfermagem que são a base para as intervenções. Sugere-se, portanto, estudos clínicos para a identificação de qual a acurácia de cada um desses diagnósticos e efetividade dessas intervenções. Read More →

Trabalho e saúde em tempos de pandemia pela COVID-19: cuidado de si e direito à autoproteção das mulheres

O presente artigo analisou e problematizou as políticas de cuidado trazendo para a cena o direito à autoproteção das mulheres, profissionais de saúde, durante a pandemia da COVID-19. À luz do conceito de cuidado de si e biopolítica, em Foucault, afirma-se a produção do cuidado como criador de valor, respeito pela vida de todas e todos. Read More →

COVID-19: Análise de casos confirmados em Teresina, Piaui, Brasil

Observou-se a predominância de casos confirmados de Covid-19 em indivíduos jovens, do sexo feminino e que residem em área urbana de Teresina. A maioria dos óbitos ocorreu em idosos, sendo mais predominantes em indivíduos do sexo masculino. Read More →

El COVID-19: Cuarentena y su Impacto Psicológico en la población

En el cual encontramos efectos psicológicos negativos tanto en la población general como en personal de salud que son quienes se encuentran en la primera línea de la atención de este virus, entre los principales: síntomas de estrés postraumático, confusión y enojo. Los factores estresantes incluyen el alargamiento de la cuarentena, temores de infección, frustración, aburrimiento, suministros inadecuados, información inadecuada y pérdidas financieras. Disponible en español. Read More →

Precauções e recomendações para a prática de exercício físico em face do COVID-19: uma revisão integrativa

A maioria das evidências recomendam a realização de atividade física moderada regular durante e após a pandemia. No entanto, recomendações mais específicas sobre a intensidade, o tipo de exercício, séries e duração do treino precisam de maiores investigações. Disponível em português. Read More →

Análise preditiva de casos confirmados de COVID-19 no Brasil e em oito países baseada no modelo não linear de Gompertz

A aceleração absoluta evidenciou aumento e a aceleração por dia demonstrou que apenas o Brasil está em movimento acelerado de casos e a tendência é que passe a diminuir somente a partir de 04/julho. As correlações sugerem que a eficácia da quarentena não está relacionada à sua extensão (dias), já que países com maior densidade populacional apresentaram diminuição de casos em menor tempo de restrição. Disponível em português. Read More →

A COVID-19 no Brasil e os grupos socialmente vulneráveis: do reconhecimento de necessidades à institucionalização de direito

De maneira que nesse texto verifica-se uma transformação de um problema originariamente social, mas que tem uma dimensão jurídica, em um objeto de estudo pluridimensional, possibilitando assim responder não apenas às demandas jurídicas, mas também as questões morais, sociais, econômicas, urbanas e políticas. Disponível em português. Read More →

COVID-19 e os impactos na saúde mental: uma amostra do Rio Grande do Sul

Os resultados indicaram que não ser trabalhador da saúde, ter renda diminuída no período, fazer parte do grupo de risco e estar mais exposto a informações sobre mortos e infectados, são fatores que podem provocar maior prejuízo na saúde mental nesse período pandemia. Discute-se esses fatores e sua associação ao distanciamento social. Disponível em português. Read More →

A pandemia de COVID-19, o isolamento social, consequências na saúde mental e estratégias de enfrentamento: uma revisão integrativa

Este estudo permitiu refletir sobre a necessidade de garantir uma comunicação clara e informativa sobre as alterações para reduzir os sintomas de sofrimento psíquico, além de fornecer o suporte psicológico e social fundamental para aqueles que sofrem vulnerabilidade. Disponível em português. Read More →