Cartilha para enfrentamento do estresse em tempos de pandemia: uma contribuição da Psicologia

Por Juliana Niederauer Weide, PUC-RS, Porto Alegre, RS, Eliana Cristina Chiminazzo Vicentini e Murilo Fernandes de Araujo, PUC-Campinas, Campinas, São Paulo, Brasil

A “Cartilha para enfrentamento do estresse em tempos de pandemia” é um produto interinstitucional da Força-Tarefa PsiCOVIDa, entre dois pesquisadores e três alunos de pós-graduação em Psicologia, da PUCRS e da PUC-Campinas, buscando popularizar o conhecimento científico sobre estresse e seu enfrentamento (coping, em inglês).

A cartilha faz parte de artigo (Enumo et al., in press) a ser publicado na seção temática – “Contribuições da Psicologia no contexto da pandemia da COVID-19” do periódico Estudos de Psicologia (Campinas).

O artigo descreve o processo de elaboração, as bases teóricas e metodológicas, organizando conteúdos atuais sobre os processos de estresse-coping, que entendem o coping como autorregulação sob estresse. Este pode ocorrer quando as necessidades psicológicas básicas (NPB) de relacionamento, competência e autonomia são ameaçadas ou desafiadas (Ryan & Deci, 2017).

 As respostas voluntárias e involuntárias de estresse e ansiedade podem ter resultados adaptativos ou mal adaptativos na saúde física e mental. Com esse enfoque, a cartilha ajuda a reconhecer sinais de estresse e ansiedade, e informa possíveis estratégias de enfrentamento frente às mudanças na rotina, aos protocolos de distanciamento social, à sobrecarga de notícias por vezes conflitantes, e às incertezas sociopolíticas e econômicas (Lunn et al., 2020).

A cartilha contém três quadros organizados a partir das NPB – competência, relacionamento e autonomia, cada um com três seções. A primeira seção – “Dificuldades”, apresenta possíveis estressores; a seção “O que evitar” contém uma explicação e exemplos das estratégias de enfrentamento com desfechos menos adaptativos, e a última seção – “O que posso fazer” indica possíveis estratégias de enfrentamento com desfechos mais adaptativos. O material propõe interatividade com o leitor, tendo espaços para anotações e marcações. Oito juízes de diferentes áreas de atuação nas Ciências Humanas e da Saúde revisaram o conteúdo em relação a clareza da linguagem e a pertinência prática das informações. 

Essa cartilha tem o diferencial ter um embasamento teórico atual sobre o enfrentamento do estresse e ilustra uma contribuição prática da Psicologia aplicada à área da saúde, enfatizando o bem-estar psicológico e a saúde mental em tempos de calamidade. Pode promover a qualidade dos serviços psicológicos prestados à população.  

A cartilha está disponível em:

Referências

Enumo, S. R. F., Weide, J. N., Vicentini, E. C. C., Araujo, M. F., & Machado, W. L. (in press). Enfrentando o estresse em tempos de pandemia: Proposição de uma cartilha. Estudos de Psicologia (Campinas).

Lunn, P., Belton, C., Lavin, C., McGowan, F., Timmons, S., & Robertson, D. (2020). Using behavioural science to help fight the coronavirus. ESRI Working Paper No. 656. Dublin: Behavioural Research Unit, Economic and Social Research Institute. Retrieved  from: https://www.esri.ie/system/files/publications/WP656.pdf

Ryan, R. M., & Deci, E. L. (2017). Self-Determination Theory: Basic psychological needs in motivation, development and wellness. New York: The Guilford Press.

Links externos

Estudos de Psicologia (Campinas) – ESTPSI <www.scielo.br/estpsi>

Sobre Juliana Niederauer Weide

Juliana Niederauer Weide é Psicóloga pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Especialista em Onco-hematologia pelo Programa de Residência Multiprofissional Integrada em Saúde da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre/Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre), aluna de Especialização em Terapias Comportamentais Contextuais (Centro de Estudos da Família e do indivíduo – CEFI) e em Psicoterapia Individual Sistêmico-Integrativa (DOMUS Centro de Terapia de Casal e Família), aluna de Mestrado no Programa de Pós-graduação em Psicologia da PUCRS no Grupo de Pesquisa “Avaliação em Bem-estar e Saúde Mental” (ABES).

Sobre Eliana C. Chiminazzo Vicentini

Eliana C. Chiminazzo Vicentini é psicóloga pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), com Mestrado em Psicologia pela PUC-Campinas, e atualmente cursa o Doutorado na mesma instituição. Participa do Grupo de Pesquisa em “Saúde e Desenvolvimento da Criança e do Adolescente”. Possui pós-graduação em Psicofisiologia pela FMU (1995), formação em Psicodrama Aplicado (Acto-1996), Coordenação de grupos (SBDG-2002), Aprimoramento em em Psicoterapia Comportamental (2008), estágio na Australian Catholic University (2019) no Instituto de Psicologia Positiva com projetos sobre as Necessidades Psicológicas Básicas.

Sobre Murilo Fernandes de Araujo

Murilo Fernandes de Araujo é psicólogo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), com Mestrado em Psicologia pela PUC-Campinas, e atualmente cursa o Doutorado na mesma instituição, desenvolvendo seus estudos no campo do estresse e estratégias de enfrentamento, e suas ligações com a saúde mental. É participante do Grupo de Pesquisa em “Saúde e Desenvolvimento da Criança e do Adolescente” da PUC-Campinas desde 2013.

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

WEIDE, J.N., VICENTINI, E.C.C. and ARAUJO, M.F. Cartilha para enfrentamento do estresse em tempos de pandemia: uma contribuição da Psicologia [online]. SciELO em Perspectiva, 2020 [viewed ]. Available from: https://blog.scielo.org/blog/2020/04/06/cartilha-para-enfrentamento-do-estresse-em-tempos-de-pandemia-uma-contribuicao-da-psicologia/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Post Navigation