Tag: Comunicação Científica

Como o Acesso Aberto pode impulsionar a carreira de pesquisadores

A completa adoção do acesso aberto ainda não foi atingida principalmente porque pesquisadores ainda não estão totalmente convencidos de que esta modalidade de publicação irá fazer por suas carreiras o mesmo que os periódicos de acesso pago. Um detalhado artigo de revisão publicado no eLife mostra que a pesquisa aberta traz inúmeros benefícios aos pesquisadores e está associada a um aumento de citações, atenção da mídia, potencial colaboração e oportunidades de financiamento e emprego. Read More →

Encontro Anual de 2016 do Council of Science Editors (CSE) destaca má conduta científica e disponibilização de dados da pesquisa

Encontro do Council of Science Editors (CSE) discute scientific misconduct e data sharing. Evento contou com a participação de editores e analistas de diversos periódicos internacionais. Especialistas debateram tendências em difusão de conhecimento por meio da disponibilização de dados e o papel da equipe editorial na prevenção e na gestão de práticas científicas inadequadas. Read More →

Zika Fast Track

Como os periódicos científicos podem ajudar na resposta a emergências de saúde pública? O periódico Memórias do Instituto Oswaldo Cruz inovou, criando um fast track para manuscritos submetidos sobre o tema do Zika Vírus. O procedimento fast track permite publicar online manuscritos dentro de 24 horas após o envio, tornando os dados neles contidos disponíveis ao escrutínio do leitor e compartilhamento, enquanto passam pelo processo de avaliação por pares. O periódico já está colhendo benefícios desta abordagem. Read More →

O melhor de dois mundos

Qualidade é um conceito mal definido em relação à literatura acadêmica. Alguns aspectos de qualidade podem ser razoavelmente e objetivamente avaliados, e imediatamente, tal como a qualidade da apresentação. Mas alguns não podem ser imediatamente determinados, e precisam de tempo e “digestão” pela comunidade acadêmica, tais como a qualidade científica de um artigo. E depois, existe a qualidade do serviço que um periódico presta aos autores, de particular importância para a publicação em acesso aberto, que é financiado por taxas de processamento de artigo (Article Processing Charges). Igualmente relevante é a questão se um forte foco na qualidade e excelência é realmente benéfico ou não para a ciência. Eu forneço um link para um artigo muito interessante sobre este tema. Read More →

Acesso aberto revisado: critérios mais rígidos preservam a credibilidade

O mais completo índice de periódicos de acesso aberto, Directory of Open Access Journals (DOAJ), anuncia a revisão de seus critérios de inclusão, tendo em vista as alegações da presença de periódicos predatórios. Esta reestruturação fará com que mais de 3 mil periódicos sejam retirados da base. O DOAJ, além de atuar em prol do acesso aberto, criou em colaboração com o COPE, OASPA e WAME um código de princípios e boas práticas em publicação científica. Read More →

A busca por literatura científica: como os leitores descobrem conteúdos

Quais seriam as fontes mais utilizadas por pesquisadores e outros profissionais para buscar e acessar a literatura científica? Um estudo pormenorizado conduzido por especialistas em publicação e gestão de periódicos científicos, publicado em março de 2016, teve como objetivo responder à pergunta. Por meio de uma pesquisa com mais de 40 mil leitores em todo o mundo, foi possível aos autores traçar um vasto panorama dos hábitos de leitura dos usuários, comparando-os com resultados dos últimos dez anos. Read More →

SciELO nos principais serviços de pesquisa bibliográfica

Todos os artigos de periódicos e eBooks SciELO são agora cobertos pelos principais Serviços de Pesquisa internacionais que servem para localizar e fornecer acesso à informação científica, além de oferecer às bibliotecas acadêmicas as ferramentas necessárias para suas comunidades acadêmicas, de pesquisa e de estudantes. Os Serviços de Pesquisa tem um foco específico em materiais identificados como relevantes para as comunidades acadêmicas, de pesquisa, de educação e aprendizagem. Este avanço irá contribuir para aumentar a visibilidade e a interoperabilidade dos conteúdos indexados do SciELO. Read More →

Saiu no NY Times: Biólogos se rebelam e publicam diretamente na Internet

A conferência ASAP Bio ocorrida em fevereiro no Howard Hughes Medical Institute, nos EUA, reuniu pesquisadores da área de biomedicina para debater novas formas de comunicar resultados de pesquisa utilizando preprints e revisão por pares pós-publicação. Cientistas renomados, entre eles vários agraciados com o Nobel, passaram a depositar seus artigos em repositórios de preprints de acesso aberto antes de proceder com a publicação formal em periódicos. O tema mereceu na semana passada a atenção do jornal The New York Times. Read More →

Reprodutibilidade em resultados de pesquisa: os desafios da atribuição de confiabilidade

Recentemente projetos foram desenvolvidos com o objetivo de reproduzir resultados publicados de pesquisa nas áreas de psicologia, biologia e economia para verificar sua confiabilidade. Os resultados indicaram diferentes graus de reprodutibilidade em cada área, porém serviram para alertar a comunidade científica sobre o quão frágil podem ser resultados considerados irrefutáveis e refletir sobre o papel da ciência em se autocorrigir. Read More →

Sobre os riscos do SciHub e dos periódicos híbridos

Mudanças e desenvolvimentos na forma como as coisas são feitas às vezes são vistas como ameaças, como riscos. Esta é talvez uma reação natural, instintiva, porém, às vezes, o risco não está no próprio desenvolvimento, mas naquilo que o desenvolvimento em questão impede. Há dois desenvolvimentos em publicação e comunicação científica vistos por muitos como perigosos. Ambos são tidos como ameaçadores por lados opostos da cerca, por assim dizer. Read More →