Tag: Avaliação Da Ciência

A miopia dos indicadores bibliométricos

A utilização de indicadores bibliométricos para avaliação da ciência é uma prática ubíqua, a despeito de não existir uma relação inequívoca entre citações e qualidade, impacto ou mérito científico. Um recente estudo estabelece que o uso indiscriminado destes indicadores pode dificultar a publicação de resultados inovadores de pesquisa, retardando o desenvolvimento da ciência. Read More →

Propostas de financiamento a pesquisa enviadas ao NIH podem citar preprints

O uso de preprints como meio de acelerar a comunicação das pesquisas vem se tornando uma prática frequente em muitas áreas do conhecimento, também como forma de aperfeiçoar o processo de avaliação por pares. Os National Institutes of Health, renomada instituição norte-americana de pesquisa e agência de fomento anunciou recentemente que propostas de financiamento e relatórios estão autorizados a citar preprints “para acelerar a disseminação e aumentar o rigor de seu trabalho”. Read More →

Persistem as disparidades de gênero na ciência a despeito dos significativos avanços

A participação de mulheres como autores em publicações acadêmicas vem aumentando significativamente em todo o mundo e em todas as áreas do conhecimento, chegando a 49% no Brasil e Portugal, seguido da Austrália (44%) e União Europeia (41%). A equidade de gênero na ciência, entretanto, ainda tem um longo caminho a percorrer, especialmente nas funções de editoração e avaliação por pares. Um estudo realizado com mais de 41 mil artigos entre 2007 e 2015 mostra que editores do gênero masculino – que são maioria – selecionam preferencialmente pareceristas do mesmo gênero. Read More →

Abertura é a única qualidade de um artigo científico que pode ser objetivamente aferida

A qualidade de um artigo de pesquisa científica é uma preocupação muito difundida no meio acadêmico. O proxy mais utilizado se baseia em contagens de citações, não do próprio artigo, mas da média dos artigos que aparecem no mesmo periódico durante um determinado intervalo de tempo. Isso é conhecido como o Fator de Impacto do periódico, que pode ser objetivo dentro de sua própria definição, mas é totalmente desprovido de objetividade em relação à qualidade científica de artigos individuais. Somente algumas qualidades técnicas dos artigos podem ser avaliadas no momento de sua publicação e, significativamente, sua abertura, o grau em que os resultados da pesquisa que descrevem, podem ser imediatamente e universalmente compartilhados. Read More →

Resumos de pesquisa em linguagem simples: algo para todos [Originalmente publicado no eLife]

Mais de 50 periódicos e organizações científicas produzem uma ampla variedade de resumos em linguagem simples que estão disponíveis para trabalhos de pesquisa em muitas áreas diferentes da ciência e da medicina. Os resumos em linguagem simples podem ajudar aos periódicos de ciências biomédicas a chegar aos pacientes e a outras pessoas que podem se beneficiar da pesquisa. Esta diversidade significa que sempre haverá algo disponível para todos aqueles interessados na ciência, independentemente de sua formação científica. Read More →

Estamos no Radar do GSM?

O Google Scholar Metrics (GSM) oferece métricas alternativas ao Fator de Impacto JCR e ao SJR, a saber, o índice h-5. Para ingressar neste ranking mundial que cobre mais de 40.000 periódicos é necessário somente publicar uma média de 20 artigos por ano e ser citado. Entretanto, existem centenas de periódicos (nossos periódicos) que não estão sendo indexados no GSM. Estão fora do Radar. Read More →

Internacionalização como indicador de desempenho de periódicos do Brasil: o caso da psicologia

O caminho para o fortalecimento das publicações científicas passa quase sempre por sua internacionalização. Publicar em inglês, entretanto, não é suficiente para atingir uma audiência realmente global e índices comparáveis aos periódicos de maior prestígio. Um estudo sobre o grau de internacionalização de periódicos de psicologia do Brasil mostra como se pode trilhar este caminho. Read More →

In memoriam: Eugene Garfield – 1925-2017

O pai da Cienciometria faleceu aos 91 anos em 27 de fevereiro de 2017, deixando uma produção de mais de 1.000 trabalhos e comunicações ao longo de 60 anos de pesquisa. Read More →

Avaliação sobre a reprodutibilidade de resultados de pesquisa traz mais perguntas que respostas

A iniciativa Reproducibility Project: Cancer Biology que tem por objetivo verificar a reprodutibilidade em pesquisa pré-clinica na área de oncologia foi lançada em 2013 como resultado da colaboração do Center for Open Science e a Science Exchange. Os primeiros resultados dos estudos de replicação acabam de ser publicados, porém sua interpretação requer uma abordagem cuidadosa. Read More →

Preprints – o caminho a seguir para o compartilhamento rápido e aberto do conhecimento

Preprints – versões de artigos científicos que ainda não foram formalmente revisados pelos pares antes da publicação – estão ganhando aceitação no mundo acadêmico. Eles oferecem acesso aberto, bem como publicação rápida, e seu sucesso por décadas na física tem estimulado a sua propagação em outras disciplinas. O desenvolvimento de preprints está ganhando terreno; importantes agências de financiamento estão apoiando preprints, e também o SciELO está planejando a criação de um repositório de preprints para autores da América Latina e o Sul Global em geral. Read More →

Aumenta a adoção de avaliação por pares aberta

Ao analisar como surgiu e evoluiu a instituição ‘peer review‘, é possível compreender a atual transição por que passa o processo de avaliação por pares, em direção a maior abertura, transparência e responsabilidade. Read More →

SciELO e o futuro dos periódicos

A participação conjunta dos periódicos e do SciELO na superação dos problemas que afetam a comunicação científica no contexto nacional e global foi o tema central da reunião anual de 2016 do SciELO Brasil. Os avanços na profissionalização, internacionalização e sustentabilidade dos periódicos SciELO estão aperfeiçoando a sua relevância nas funções chave de validação das pesquisas e conformam uma nova etapa na evolução do SciELO. Read More →

O que é este tema dos preprints?

Os preprints permitem a comunicação científica de forma mais rápida, complementam a publicação tradicional nos periódicos acadêmicos e determinam as prioridades. Este procedimento poderá mudar o sistema de arbitragem e enfocar o papel desempenhado pelos periódicos acadêmicos. Read More →

Estudo aponta que artigos publicados em inglês atraem mais citações

Entre os inúmeros fatores que influenciam a prática de citações na comunicação científica, o idioma da publicação desempenha um papel fundamental. Um estudo de pesquisadores argentinos mostrou que artigos em inglês recebem mais citações do que aqueles publicados em outros idiomas. Apesar de ser percebidos por muitos como de qualidade e relevância inferiores, os artigos em espanhol de dois periódicos latino-americanos avaliados cegamente não foram, de fato, subqualificados. Read More →

É possível normalizar métricas de citação?

Os indicadores bibliométricos representam muito mais do que uma indicação da visibilidade, relevância e impacto de um artigo. Todo o perfil da carreira de um pesquisador pode ser resumido em um ou mais indicadores numéricos de produtividade e impacto da pesquisa que ele produz. Entretanto, as métricas de citações variam consideravelmente com a área do conhecimento, a idade da publicação, o tipo de documento e a cobertura da base de dados onde foram apuradas as citações. É possível normalizá-las? Veja aqui os desafios desta prática. Read More →