Author: Lilian Nassi-calò

É possível normalizar métricas de citação?

Os indicadores bibliométricos representam muito mais do que uma indicação da visibilidade, relevância e impacto de um artigo. Todo o perfil da carreira de um pesquisador pode ser resumido em um ou mais indicadores numéricos de produtividade e impacto da pesquisa que ele produz. Entretanto, as métricas de citações variam consideravelmente com a área do conhecimento, a idade da publicação, o tipo de documento e a cobertura da base de dados onde foram apuradas as citações. É possível normalizá-las? Veja aqui os desafios desta prática. Read More →

Teses e dissertações: prós e contras dos formatos tradicional e alternativo

Com o intuito de agilizar a redação e avaliação da tese, instituições e programas de pós-graduação de vários países, inclusive do Brasil, estão optando por permitir que os candidatos que têm artigos publicados decorrentes da pesquisa do mestrado ou doutorado, substituam a redação dos capítulos da tese por estes artigos, encabeçados por uma introdução, conclusão e revisão da literatura científica. Seria este formato ideal e aplicável a todos? Read More →

Como se relacionam pesquisadores e jornalistas no Brasil?

Os cientistas admitem que tratar de temas complexos referente à sua pesquisa com jornalistas não é tarefa das mais fáceis. Porém há muito eles perceberam que comunicar seus resultados apenas em periódicos científicos não é suficiente. Para obter recursos de pesquisa, atrair oportunidades de colaboração, e progredir na carreira, é necessário – e aconselhável – se comunicar com o público através de jornalistas. Conheça os detalhes desta relação e o que é possível fazer para melhorá-la. Read More →

Instruções aos autores de periódicos em saúde: o que comunicam?

As instruções aos autores (IaA) supostamente contém toda informação necessária e suficiente para orientar a submissão correta de um artigo a um periódico. A realidade, entretanto, mostra uma enorme diversidade de conteúdos que nem sempre cumprem seu papel. Analisamos aqui as instruções de periódicos em ciências da saúde do SciELO Brasil, bem como relatos da literatura sobre o tema. Read More →

Como o Acesso Aberto pode impulsionar a carreira de pesquisadores

A completa adoção do acesso aberto ainda não foi atingida principalmente porque pesquisadores ainda não estão totalmente convencidos de que esta modalidade de publicação irá fazer por suas carreiras o mesmo que os periódicos de acesso pago. Um detalhado artigo de revisão publicado no eLife mostra que a pesquisa aberta traz inúmeros benefícios aos pesquisadores e está associada a um aumento de citações, atenção da mídia, potencial colaboração e oportunidades de financiamento e emprego. Read More →

Acesso aberto revisado: critérios mais rígidos preservam a credibilidade

O mais completo índice de periódicos de acesso aberto, Directory of Open Access Journals (DOAJ), anuncia a revisão de seus critérios de inclusão, tendo em vista as alegações da presença de periódicos predatórios. Esta reestruturação fará com que mais de 3 mil periódicos sejam retirados da base. O DOAJ, além de atuar em prol do acesso aberto, criou em colaboração com o COPE, OASPA e WAME um código de princípios e boas práticas em publicação científica. Read More →

A busca por literatura científica: como os leitores descobrem conteúdos

Quais seriam as fontes mais utilizadas por pesquisadores e outros profissionais para buscar e acessar a literatura científica? Um estudo pormenorizado conduzido por especialistas em publicação e gestão de periódicos científicos, publicado em março de 2016, teve como objetivo responder à pergunta. Por meio de uma pesquisa com mais de 40 mil leitores em todo o mundo, foi possível aos autores traçar um vasto panorama dos hábitos de leitura dos usuários, comparando-os com resultados dos últimos dez anos. Read More →

Saiu no NY Times: Biólogos se rebelam e publicam diretamente na Internet

A conferência ASAP Bio ocorrida em fevereiro no Howard Hughes Medical Institute, nos EUA, reuniu pesquisadores da área de biomedicina para debater novas formas de comunicar resultados de pesquisa utilizando preprints e revisão por pares pós-publicação. Cientistas renomados, entre eles vários agraciados com o Nobel, passaram a depositar seus artigos em repositórios de preprints de acesso aberto antes de proceder com a publicação formal em periódicos. O tema mereceu na semana passada a atenção do jornal The New York Times. Read More →

Reprodutibilidade em resultados de pesquisa: os desafios da atribuição de confiabilidade

Recentemente projetos foram desenvolvidos com o objetivo de reproduzir resultados publicados de pesquisa nas áreas de psicologia, biologia e economia para verificar sua confiabilidade. Os resultados indicaram diferentes graus de reprodutibilidade em cada área, porém serviram para alertar a comunidade científica sobre o quão frágil podem ser resultados considerados irrefutáveis e refletir sobre o papel da ciência em se autocorrigir. Read More →

Excesso de transparência pode prejudicar a ciência?

A comunidade científica promoveu e incentivou a transparência em pesquisa para coibir a falta de reprodutibilidade e a má conduta científica. No entanto, esta abertura também abre margem para ataques e assédio contra pesquisadores, muitas vezes motivadas por simples discordância dos resultados e até mesmo ameaças de violência física e psicológica. Saiba como reconhecer e se proteger de agressões desta natureza. Read More →