UNESCO e SciELO lançam livro sobre os 15 Anos do SciELO

SciELO 15A UNESCO e o SciELO lançam conjuntamente a obra SciELO – 15 anos de Acesso Aberto em três idiomas – inglês, português e espanhol. O documento apresenta um relato detalhado sobre a origem, o contexto, o significado e a raison d’être do SciELO – Scientific Electronic Library Online1, que é um modelo para a publicação eletrônica cooperativa de periódicos científicos na Internet. A publicação resume a contribuição do SciELO na comunicação científica, e destaca suas formas eficientes para garantir a visibilidade e acessibilidade da literatura científica universal. O documento foi publicado para fornecer um modelo de melhores práticas que pode ser replicado em outras partes do mundo. A UNESCO e o SciELO permanecem comprometidos em apoiar países ou um grupo de Estados-Membros interessados em iniciar o modelo SciELO de publicação de periódicos de Acesso Aberto.

Destacando a importância da publicação, o Dr. Indrajit Banerjee, diretor da Divisão de Sociedades do Conhecimento, Comunicação e Informação da UNESCO, destacou que “o SciELO foi lançado quatro anos antes da Declaração de Budapeste, e seis anos antes da Declaração de Berlim sobre o Acesso Aberto e foi pioneiro no conceito de Acesso Aberto, trazendo a pesquisa para o fácil acesso das pessoas comuns. À partir de 10 periódicos em uma reunião pública em São Paulo em seu início para o nível atual de 1.000 periódicos e 500.000 artigos disponíveis gratuitamente é um feito notável e um exemplo de abordagem de Acesso Aberto por excelência!”

Da mesma forma, observando a importância da publicação, o Sr. Abel Packer, Diretor do SciELO afirmou que “o espírito pioneiro e o objetivo do SciELO é o de melhorar a qualidade, visibilidade, uso e impacto de periódicos que estão disponíveis abertamente. O SciELO integra as funções de indexação, avaliação de desempenho, publicação on-line em acesso aberto e disseminação segundo padrões internacionais de alta qualidade”. O SciELO é implementado através de uma rede de coleções nacionais de periódicos que se estende por 16 países, a maioria da América Latina e Caribe, além de Portugal, África do Sul e Espanha.

Seguindo o mandato conferido em 2009, a UNESCO vem se dedicando ao tema do Acesso Aberto para reforçar o mandato de intercambio de informação da Organização. A 187° sessão do Conselho de Administração aprovou a Estratégia da UNESCO para a promoção do Acesso Aberto à informação e pesquisa científica2, que também foi adotada pela Conferência Geral em sua 36° sessão. Está implícito na estratégia a divulgação das abordagens chave para o Acesso Aberto, que não são apenas inovadoras, mas também constituem um caminho pioneiro que forneceu um exemplo replicável para todo o mundo. A presente publicação é editada no âmbito deste mesmo mandato.

SciELO (Scientific Electronic Library Online) é uma biblioteca eletrônica de periódicos de Acesso Aberto. É parte integrante de um projeto que está sendo desenvolvido pela FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e criado em parceria com a BIREME – Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde. Desde 2002, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) também apoia o SciELO.

Notas

1A.L., et al., orgs. SciELO – 15 Anos de Acesso Aberto: um estudo Acesso Aberto e comunicação científica. Paris: UNESCO, 2014. ISBN 978-92-3701-237-6. Available from: http://dx.doi.org/10.7476/9789237012376.

2 Open Access to Scientific Information. Unesco. 2014. Available from: http://www.unesco.org/new/en/communication-and-information/access-to-knowledge/open-access-to-scientific-information/

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE. UNESCO e SciELO lançam livro sobre os 15 Anos do SciELO [online]. SciELO em Perspectiva, 2015 [viewed ]. Available from: http://blog.scielo.org/blog/2015/02/10/unesco-e-scielo-lancam-livro-sobre-os-15-anos-do-scielo/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation